«

»

Imprimir Post

Voltará a NASA à Lua?

Quando declaro não acreditar na informação de que pisaram na lua em 1969, o rótulo de maluco, é retirado da fita adesiva. Só não afixam porque, sou um maluco convincente. Esta semana, a informação voltou a ser badalada pelas diversas mídias informativas. E o que tem de mais nas informações? Não muita coisa. Mas, pense um pouco, se já foram na lua em 1969:

  1. O que aconteceu com os documentos do projeto Apolo dos anos de 1969 até 1972? Se perderam? Então aonde estão todos os envolvidos naquele projeto? Estão todos mortos? Todos os documentos, fotos, videos se perderam, e o material humano, não serve?
  2. A alunisagem em 1969 foi no bambo ou calculado? Se no bambo, porque não vão novamente? Se calculado, porque necessitam de uma sonda ir na frente agora, não é suficiente cálculos tais como em 1969, e ou, os envolvidos no projeto atual, não sabem fazer tais cálculos?
  3. Se nas missões da década de 60/70 com naves mais pesadas, com equipamentos inferiores, e tripuladas, levou-se quatro dias para chegar a lua, porque motivo este foguete com menos peso, e com melhor tecnologia, fara no mesmo tempo?  Uma questão simples de regra de três ou não se aplica?

Sobre este item três, como posso aceitar tais informações atuais, comparando com estas:

Um dos foguetes mais poderosos criados pelo homem até hoje é exatamente o Saturno V, que levou a nave Apollo 11 para a Lua. Ele tinha 110 metros de altura e pesava cerca de 3 milhões de quilos. Para encher o tanque do Saturno V, seriam necessários 125 caminhões-tanque! (Canal Kids)

Nas missões das décadas passadas, há informações de que “os astronautas instalaram um sismógrafo, um refletor de raios laser, uma antena de comunicação, um painel aluminizado (para escudo de radiação solar) e uma câmara de TV”.

Se isto é verdade, e também é verdade de que pousaram na planicie denominada de Mar da traquilidade, porque motivo, o novo equipamento lançado, “deve procurar objetos deixados para trás durante as missões Apolo, entre 1969 e 1972.” (NASA lança sonda). Já deveriam saber aonde estar. Na planicie do mar da Tranquilidade, ora!

E também, fico intrigado com a informação sobre o transmissor. Ele parou de transmitir quando? Transmitia o que? E para onde? Nem sempre é noticiado, mas, de acordo com a história astronáutica humana, contam-se pelo menos uma dezena de homens que tenha pisado na lua. “Depois da Apollo 11, outras seis missões Apollo foram lançadas, sendo que cinco delas pousaram na Lua (no total de doze astronautas que caminharam na Lua).” (Corrida Espacial)

O projeto foi paralisado, não por falta de interesse cientifico, mas por falta de interesse da opinião pública americana, e assim, houve corte das verbas governamentais para o projeto. Será? Seria os Estados Unidos da América mais ricos na década de 60/70 do que nas décadas posteriores e mesmo na década atual? Teriam os americanos de então melhor condição tecnologia e melhor amparado por grandes mentes do que das décadas seguintes?

Quanto mais leio sobre o assunto, maior é minhas desconfianças e descréditos. Por fim, como acreditar que foram na lua em 1969, quando se lê tais informações? Não é fácil acreditar, é mais fácil duvidar, por tantas informações questionaveis!

Sobre o autor

Adão Braga

Adão Braga Borges nasceu em Nanuque, Minas Gerais. Morou na Vila Esperança na Av. W1, que hoje é denominada de Av. Anhanguera. Meus pais ainda lá moram. Atualmente mora em Irecê. Casado. E segundo diz a esposa, acompanhada de testemunhas, sou pai dos dois filhos dela. Sou grato por ter isto. Trabalho com informática. Manutenção. Instalação. Configurações. Estudo informática no IFBA.

Link permanente para este artigo: http://www.adaobraga.com.br/voltar-a-nasa-lua/

3 comentários

  1. Luma
    Muitos possuem essa mesma opinião e a pegada do homem na lua, aconteceu quando a União Soviética tinha acabado de enviar Yuri Gagarin à órbita terrestre. A foto da Terra vista do espaço e a frase “A Terra é Azul” condecorou a União Soviética como a nação mais avançada tecnologicamente do planeta.

    Os Estados Unidos, no auge da Guerra Fria, vendo que estavam ficando para trás e em paralelo, Stanley Kubrick tinha lançado o filme 2001 – Uma Odisséia no Espaço, com efeitos especiais nunca vistos antes na história do cinema, que renderam um Oscar ao brilhante Kubrick! E esses efeitos especiais poderiam muito bem serem utilizados pelos Estados Unidos para forjar uma viagem do homem à Lua.

    Esta mentira faria os grandes investidores internacionais investirem o seu dinheiro no país mais evoluído tecnologicamente e depois disso que os EUA virou megapotencia. Não estou afirmando que aconteceu, mas que os interesses eram muitos, eram! E são, com a China, mas contar mentira repetida não cola! Não estou afirmando que aconteceu isto, apenas conjecturas. Não saberemos nunca. Bom fim de semana! Beijus.

    Tenho estas disconfianças desde 1987. É coisa antiga! As contra-evidências são mais fortes do que as evidências.

  2. Ricardo
    Realmente é complicado! Também fico me perguntando às vezes se realmente o homem chegou até ela – a Lua! Não tenho 100% de satisfação nas histórias! Por quê demorar 30 anos para voltar?
  3. Beth
    Já ouvi teorias sobre isso. O engraçado é que o homem colocou satélites na orbita terrestre, manda ônibus espaciais, sondas para pequisa de solos em outros planetas, desvendou o genona humano, descobriu novas estrelas. E ainda não chegou a lua? Coisa doida! Será que o ET de Varginha existiu?
    Tenho um amigo que trabalha no INPE. Vou perguntar para ele umas coisitas dessa teoria e depois te informo.

    Beijocas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>