Você não se cansa de tanto trabalhar?

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

Uma amiga hoje me perguntou:

– Você não se cansa de tanto trabalhar não?

Eu respondi de pronto:

– Não!

O que gerou outras questões e um papo de alguns minutos. O que expliquei foi o básico de como vivo. Eu misturo tudo: trabalho, família, amigos, religião, filosofia, entretenimento… e somo tudo! No final das contas, com tudo misturado, no balanço do dia, tanto trabalho como me divirto, como descanso.

Pode-se dizer que sigo a proporção diária do “Homem vitruviano”: 8 horas de trabalho; 8 horas de descanso; 8 horas de lazer. Não exatamente nas proporções exatas. Há dias em que mais trabalho, e há dias que mais descanso, e, há dias que mais faço lazer.


No geral, procuro misturar tudo.

Agora por exemplo, este tempo de escrever este texto, eu classifico como um lazer. O trabalho está rolando ali ao lado no computador que está executando os processos de backup para ser formatado. O VLC Player está esperando eu clicar no Pausa para continuar a executar o episódio de uma das séries que sigo; bem como, o Windows Média Player está em pausa, pois, assim que parar e começar a digitação da planilha de Inventário no Excel, as músicas começam a tocar. Sem deixar de ir lá na sala, na cozinha e acompanhar o que acontece em volta.

Tanto quanto, enquanto trabalho, ouço músicas, vejo um filme, uma série… tem espaço para um gole da nossa bebida favorita. Às vezes é café, outras vezes suco, e muitas vezes, a cerveja! Nem todas as pessoas conseguem viver assim, mas, seria bom que conseguissem!

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *