Erro na instalação: Unable to Load fbclient.DLL

Hoje fui instalar um software em um notebook com o Windows 8, na versão 64 bits, e, fiquei parado na tela em que estava escrito o seguinte:

Erro ao conectar à base de dados.
Mensagem de erro:
Unable to Load fbclient.DLL.

erro-fbclient-01

A instalação parava nesta tela, e consequentemente, a mesma não era concluída. A solução foi fazer o download do fbcliente.dll no link deste site: techmundi.com. Juntamente com a seguinte instrução:

Instruções

  1. Fazer o download do arquivo adequado e salva-ló em uma pasta temporária no seu computador. Não execute o arquivo diretamente.
  2. Em seguida, abrir o arquivo baixado com o software WinRAR, WinZip (ou qualquer outro software que seja compatível com o padrão ".zip" e que você saiba utilizar) e extrair o conteúdo deste arquivo para “uma pasta”; depois copie este arquivo para as seguintes pastas:
  1. "c:\Windows\System32\"
  2. Para a subpasta bin da instalação do Firedird;
  3. E também, para a pasta onde está instalado o programa.

Fiz isto e o software que apresentava a mensagem de erro na instalação funcionou plenamente.

OBSERVAÇÂO:

A versão que fancionou com o Windows 8 versão 64 bits, foi esta: 2.1.4.18393 – 32 bits ou 64 bits – Utilizar com softwares atualizados ou instalados até 23/05/2012. clique aqui 

Outra dica: Se o link acima do site indicado não estiver mais disponível, procure outra versão do arquivo na internet.

Boa sorte para você!

Desisti do Windows 8.1 blue, e tenho motivos

Hoje minha paciência com o windows 8.1 blue chegou ao limite, então, como sempre, formatei o meu PC, e reinstalei o Windows 8. Esta versão de teste do Windows 8.1, a tal Blue, foi a pior versão de teste de sistema operacional que já testei. Com muitos problemas. Nas outras vezes em que testei o produto, ocorreram menos problemas do que nesta versão.

1 – Problemas com o Windows Explorer.

Ocorria com frequencia alguns problemas com o Windows Explorer, em especial, com as atividade que eu utilizava o botão direito do mouse. Bastava um clique numa pasta, ou na unidade local ou de rede, do painel esquerdo, e pronto! Tela congelada. Tela esmaecida. E, o sistema não voltava do travamento, sem a minha interrupção com CTRL+ALT+DEL e ou o Gerenciador de Tarefas.

2 – Skydrive

O Skydrive no Windows 8.1 Blue tem muitas promessas, no entanto, só me trouxe dores de cabeça. Perdir alguns dados, que, estavam sincronizados, estavam na pasta do Skydrive local, e no Skydrive nas nuvens, mas, todas as vezes que eu ia abrir uma arquivo local, o programa que veio nativo com o Windows 8.1 Blue, exigia o download. E, quando fui fazer o backup da pasta para poder formatar o PC, não havia como resgatar os arquivos locais, pois, dependiam do arquivo nas nuvens, que por sua vez, não permitia a atualização. Final da opera: perdir dados de dois meses das planilhas de controle de orçamento familiar.

3 – Internet Explorer

Com o Internet Explorer 11, logo de saída perdi o acesso aos internet banking do banco do brasil e caixa economica. No BB tenho uma conta salário; na CEF uma conta poupança. Além disso, o recurso de leitura de Feeds, não fazia atualização automática. Eu tinha que clicar para procurar atualizações; e depois, de atualizado, não efetuava a atividade posterior: marcar como lido; isto muito me irritou.

Estes três motivos que agora me lembro, entre outras pequenas coisas, me fez desistir de usar mais tempo esta versão beta do Windows 8.1, a versão denominada de Windows Blue. Curioso é que estas funcionalidades estão muito bem na versão do Windows 8 que agora está instalada no computador.

Search do Windows 8: consumindo recursos de processamento

Ontem eu estava fazendo algo no meu computador e necessitei encontrar um arquivo. Abri o Windows Explorer e inserir a informação como informa no help do Windows assim:

Digite uma palavra ou frase na caixa Pesquisar para procurar um item na pasta atual. A busca começa assim que você começar a digitar — portanto, se você digitar “B”, por exemplo, todos os arquivos com nomes que começam com a letra B aparecerão na lista de arquivos.

Fiz assim. Em seguida o sistema ficou ruim de manusear; o mouse parecia que estava puxando um caminhão; e nada fluía. Acionei o gerenciador de tarefas e vi que era o sistema de busca e pesquisa o responsável pela demora e lentidão do sistema.

Eis a prova do ocorrido.

Gerenciador de Tarefas de Tarefas

O curioso é que se eu utilizar a tecla F3 e ou, usar o sistema de pesquisa do Windows 8 na tela iniciar, isto não acontece. Só acontece, se eu estiver usando o ambiente de área de trabalho e utilizando o Windows Explorer.

Existem algumas dicas especiais para você localizar com eficiência e rapidez arquivos e conteúdos de arquivos no seu computador.

Como ser mais produtivo usando o comando Executar do Windows 8

Desde antes do lançamento do Windows 8 que eu uso com frequência o comando Windows+R, que é o mesmo que clicar (Windows 7, vista e XP) no botão Iniciar e clicar em Executar. Ai nesta janela, você pode digitar os comando que desejar.

executar

Evidente que se deve ter uma lista decorada ou anotada para se obter a vantagem, e ganhar tempo clicando, procurando, localizando arquivos. Com  uso deste recurso, o executar terá uma lista de alguns comandos, os mais usados, ou, os últimos mais utilizados.

Eis alguns dos comandos que mais utilizo no dia a dia, evidente, que é digitando na caixa de comando Executar.

  • winword – para iniciar o Microsoft Office Word;
  • excel – para iniciar o Microsoft Office Excel;
  • powerpnt – para iniciar o Microsoft Office Power Point
  • iexplore – para iniciar o Microsoft Internet Explorer (10);
  • Firefox – para iniciar o Mozilla Firefox;
  • Chrome – para iniciar o Google Chrome;
  • taskmgr – para iniciar o Gerenciador de Tarefas;
  • mspaint – para iniciar o Editor de Imagem do Windows 8;
  • wordpad – para iniciar o Editor de Texto do Windows 8;
  • calc – para iniciar a Calculadora do Windows 8;
  • cmd – para iniciar o prompt de comando. No entanto, se você precisa de elevação privilégio este comando é insuficiente, e, o comando para elevação é muito complicado; ai, é que o comando su do Linux é uma mão na roda.
  • control para iniciar o Painel de Controle. E, este comando tem outros comando associados, como por exemplo, este abaixo. Os que estão em negrito e sublinhado são os que mais uso:
    • control userpasswords2 – para iniciar o gerenciador de usuário e senha;
  • control appwiz.cpl
  • control desk.cpl – Para fazer configuração de monitor de vídeo;
  • control Firewall.cpl – Para ativar e desativar o Firewall do Windows;

 

Existem outros comando para o CONTROL, mas, limito a estes comandos, pois, são os que uso com frequência a ponto de sabe-los de cor e salteado, e o uso dos mesmos é seletivo e especifico.

Descobrindo outros comandos.

Eu, quando vou repetir muito uma mesma atividade, costumo descobrir qual é o comando a ser usado no Executar, como por exemplo, esta semana eu aprendi que o comando wfs.exe o Windows inicia a execução do Scanner e Fax da impressora HP Deskjet 2050. E como é que faz para descobrir quais comando executam o quê no computador? Fácil! Você executar o TASKMGR que é o Gerenciador de Tarefas do Windows.

E, por exemplo, eu quero descobrir qual comando devo digitar para iniciar o Mozilla Firefox. Então no gerenciador de tarefas que abro com o comando taskmgr.exe, olho na lista dos processos, o nome do Firefox, e com o botão direito do Mouse, clico em: Ir para mais detalhes. Lá, vejo o que devo digitar para o Mozilla Firefox funcionar. De agora em diante, basta Windows+R, digitar Firefox e pronto! Está aberto o navegador. Veja abaixo as imagens.

processos

Clica em Firefox com o botão direito, clica em Ir para detalhes, e lá tem a seguinte tela, e, com, o nome do processo: Firefox.exe eu sei que basta digitar, para iniciar.

firefox.exe

Faço assim para outros comandos, como por exemplo, os comandos do Writer, Calc, Impress, Base, outros comandos uteis e necessários do seu dia-a-dia. No inicio você poderá estranhar e achar insignificante, chato e não produtivo, mas, na medida em que, você vai criando sua lista de comandos, você se tornará mais autônomo dos movimentos e dos cliques do mouse, bem como, de ter que ir e vir em vários menus, e até na área de trabalho.

Insista até virar hábito com a repetição. E tenha sua lista de comandos a mostra e repita, repita, até tornar-se comum e fácil.

Windows 8: criar botão para desligar imediatamente

Desligar o Windows 8 para muitas pessoas é um processo chato, pois, tem que fazer alguns arrodeios para se obter o que deseja: Desligar o Sistema. Para as pessoas que não gosta de puxar o mouse para o canto, esperar aparecer a Charms Bar, que é uma barra lateral de ferramentas, e clicar em configurações, e depois clicar em Desligar. Para economizar todo este trajeto de cliques e manuseio do mouse, você pode CRIAR UM ATALHO para desligar o Windows 8. Siga as dicas abaixo:
1 – Clicar com o botão direito do Mouse numa área qualquer de sua área de trabalho;
2 – Clicar em Novo;
3 – Clicar em Atalho;
criar-atalho
4 – Digitar o comando: shutdown /s /t 00. Este comando faz o computador desligar em 00 segundos. Se você quiser fazer o com que o computador desligue com um minuto, troque o número 00 por 60, que é o número em segundos que você quer desligar o computador.

shutdown5 – Clica em Avançar e coloque o nome: DESLIGAR;

6 – Clicar em Avançar e depois em OKIsto já é suficiente para você desligar o computador com um Clique.

cê pode MODIFICAR O ÍCONE do seu atalho. Faça assim:

1 – Clicar no atalho com o botão direito;

2 – Clicar em PROPRIEDADES;

mudar-icone

3 – Clicar em Alterar Ícone;

trocar-icone1
4 – Clicar em OK na tela que surge;
5 – Escolha um ícone;
6 – Clica em Aplicar;
7 – Clica em OK.

 

 

meu-botao

Viu acima o botão vermelho em que a seta de bota amarela aponta. É isto ai. É só clicar no botão e ver a máquina desligar imediatamente. Eu fiz algo mais. Criei este botão para desligar com 20 segundos. E criei um botão para cancelar o desligamento. É muito simples: basta usar o seguinte comando: shutdown /a para cancelar o desligamento imediatamente também. Faça isto tudo acima. O que é diferente é apenas este comando e outro ícone para você saber diferenciar qual é para desligar e o de cancelar o desligamento.

Serve também para o Windows 7.

Depois de todo o teste, é assim, que a Microsoft nos contempla

Agora a pouco recebi um e-mail da Microsoft com duas imagens e algumas palavras. Uma das imagens era em agradecimento.

agradecimento

Desde a versão de teste do Windows 7 que tenho participado dos Sistemas Operacionais betas da Microsoft. Fiz o download do Windows 7 Preview, do Windows 7 Release Candidate, e também usei as versões de testes dos Windows 8: O Consume Preview e da versão para desenvolvedores.

A relação termina do mesmo jeito: um simples e singelo e-mail de agradecimento. Eu queria mais. Mesmo que não fosse eu o sortudo a ganhar uma licença do produto, mas, que ao menos, fizessem uma promoção: vamos distribuir 100 licenças para quem testou o produto para nós e esteve cadastrado e enviando os relatórios de erros.

Afinal, é trabalho de todo o jeito, oras! Temos que fazer o download, gravar a mídia (DVD ou PenDrive) e instalar em nossas máquinas. Usamos nossos recursos tecnológicos, nossas informações técnicas, tempo, recursos diversos e no final só, um muito obrigado?

A novidade deste ano, e eles acham isto, o “ó do borogodó”, foi oferecer uma atualização para a versão do Windows Pro, por R$ 69,00.

Tá! Obrigado a vocês também!