Existe vida virtual, inteligente e ampla fora das redes sociais!

Na semana passada encontrei com uma amiga que reclamou não me encontrar online, e que, não me vê mais no Facebook, nem no Skype, nem outros lugares na internet. E, posso dizer, que passo muito tempo conectado. Eu passo muitas horas do dia conectado em algum tipo de serviço, algum tipo de atividade ligada a download, e-mail, upload, conexões, redes e etc. No entanto, não uso com frequência as redes sociais.

Eu encontro mais vida pulsante fora das redes sociais. É fora das redes sociais que encontro o conteúdo e as informações que necessito. Aliás, é algo que muito me irritou nas redes sociais foi a repetição das informações. Acontecia, e ainda é assim, uma noticia que foi destaque nas primeiras horas do dia, as vezes tinha que vê-la se repetir por dezenas, centenas de vezes. Não que isto seja irrelevante. Mas, ler, acompanhar, identificar o mesmo conteúdo é muito chato, e me faz ficar assim, afastado do ambiente. Uma piada é repetida até que decidimos ignorar. Uma imagem é compartilhada e reprisada por todas as demais pessoas de minha lista. Como isto é chato e desanimador.

Quando digo que existe vida virtual, inteligente e ampla fora das redes sociais, quero enfatizar que o conteúdo que se repete aos montes nas redes sociais, podem ser encontrados, e melhor, pode ser recebido na minha caixa de e-mail por meio de newsletter, bem como, pode ser acompanhada por feeds.

Minha vida diária e virtual inclui ler os blogs registrados na minha lista de feeds. Como acontecem várias atualizações, revisito-os com frequência e me mantenho informado sobre as noticias. A parte pior, é que, quando chego no twitter, tudo que li nos feeds de noticias, lá estão sendo replicados. Quando abro o meu e-mail lá está o aviso do twitter: fulano, beltrano, cicrano tem twiters interessantes, clique aqui para acompanhar; bem como, os avisos do Google+ que insiste em querer me notificar que cicrano de tal, beltrano e fulano publicaram. Não quero saber. As redes sócias não me são atrativas.

 

Uma ótima fonte de informação são as newsletters. E tenho-as aos montes. Só de tecnologia são pelo menos quatro. Olhar Digital. INFO Online. Microsoft: Segurança e TechNet. Há também as newsletter de política, os feeds tecnológicos, blogs pessoais, noticias em geral, os de concursos públicos, e também os referentes a justiça. Assim, me mantenho informado sobre vários assuntos, e, permaneço longe do conglomerado e enfadonho ambiente que é, que se tornou, que são as redes sociais.

Por outro lado, procuro muito por links e conteúdos que nem sempre aparece nas redes sociais como por exemplo, séries, filmes, animações e músicas. Tudo isto eu encontro fora das redes sociais, e é aqui fora, que pretendo me manter, pois, aqui, fora das redes sociais, existem muito mais vida e muito mais conteúdo do que dentro das mesmas.

Na minha opinião, as redes sociais são papagaios ou qualquer outro tipo de animal que aprendeu a REPETIR a fala humana, mas, comunicar ideias, criar um ambiente propício a troca de conhecimento e a perpetuação das ideias, as redes sociais não conseguem fazer.

Aqui em casa, felizmente, conseguimos unir vida social, vida familiar, cotidiano familiar com a vida social virtual. Existe vida fora das redes sociais. E eu, garanto: muito mais pulsante do que lá dentro, que só repete, se multiplica os compartilhamentos, e não me intimidam os que pensam que estou errado, que o bom é estar conectado nas redes, saber o que os amigos estão fazendo, o que estão comento, onde estão, como foram, como chegaram… bem! Isto não me atrai. Alguns até já me disseram que as redes sociais são grandes meios de divulgação de ideias, de conteúdos, de promoções, de propagandas, de interação, de novas possibilidades.

redessociais.

Eu continuo a preferir a vida virtual, inteligente, e ampla que existe. E, por outro lado, como escrevi acima, a maioria dos conteúdos que nas redes sociais vem em forma de links e de comentários outros, eu recebo nas newsletters e também na minha lista de feeds. E isto me basta.

Facebook: esta página não está disponível; “Facebook fora do ar”

Já é madrugada e ainda não há explicações sobre o Facebook está inacessível, desde o inicio desta noite de domingosta madrugada de segunda-feira, 22 de abril ainda não voltou.

Fato é que minha esposa gritou do quarto perguntando se a internet estava funcionando, e tendo obtido a resposta afirmativa, perguntou então:

– E porque então o Facebook não entra? Só mostra a mensagem de que ele não está disponível?

Até agora, as duas da madrugada, para todos os lados que se vai, se encontra os aplicativos, os ditos de social media, apresentam mensagem de que a página não está disponível!  Eis abaixo as imagens dos diversos websites que visitei e constatei que de fato, faz algumas horas que o site da rede social Facebook está inacessível.

O grupo Anonymous havia prometido derrubar, destruir, arruinar o Facebook. Terá sido isto? Penso que não. Não é questão de infraestrutura da internet, pois, há sites hospedados nas bandas do Facebook, que estão acessíveis, e utilizando o comando trace, é possível chegar ao destino com todos os saltos sendo realizados em tempos normais. Algumas vezes apresentava o Erro 324.

Vários sites e blogs que utilizam o sistema de comentário baseado no Facebook estavam exibindo também erro tal como esta imagem abaixo do site Empreendedor Online. Vi também a mesma situação no Olhar Digital.

Imagem 015

Agora, só resta esperar as explicações, oficiais e não oficiais e a demissão de um estagiário. As lamentações são muitas. Mas, o sistema as vezes sofre umas panes; isto também acontece com as grandes e poderosas empresas, ninguém está livre disto.

Tumblr como conseguir audiência

Eu tenho contas em diversas redes sociais e em diversos serviços na web. Nem todas eu uso com frequência. Nem todas eu sei como funciona corretamente. Minha conta no tumblr se tornou útil para exibir imagens de filmes, séries, desenhos e outros tipos de imagens, bem como, republicação dos textos do blog Corpo, Alma e Espírito.

Eis um convite para visitar o tumblr de Adão Braga. É só publicação de imagens e filmes que tenho visto.

Imagem 001

Esta imagem em destaque é do filme Red Down. Eu gostei. Tem imagens de muitos filmes, inclusive uns filmes horríveis de se ver. São perdas de tempo, mas, que os vi.

Visite o tumblr e crie sua conta. Visite o meu espaço no tumblr. Eu não sei como é que se conquista mais audiência e visitas no ambiente, mas, estou tentando manter o espaço atualizado. Lá na parte de cima do blog tem os botões das redes sociais.

 

Adão Braga, perfis falsos e eleições municipais!

[lomadeewpro category=’6058′ keywords=’Wii, Nitendo, xbox, games, jogos’]

Faz já uns meses que estive no atelier de Mauro Dourado, também conhecido por Paquiderme. É pessoa de alta estima em minha pessoa, e também, de grande estima para meu sogro. E naquela época, logo depois de eu ter excluído minha conta no Facebook, ele, o Mauro Dourado comentou que havia um zum-zum de que um determinado perfil no Facebook era meu, e que, eu encaixava direito, completo, e perfeitamente dentro do perfil falso. Alguns dias depois outro amigo, me perguntou se eu conhecia a pessoa. Até ai, tudo bem!

Segundo Mauro Dourado, as seguintes informações apontavam para mim:

  • O sujeito é inteligente, conhece música clássica, MPB, Rock, contemporânea, moderna, antiga, etc e tal.
  • O sujeito tem um linguajar e uma forma de escrever elegante.
  • O referido entende de política, religião, filosofia, teologia, comportamento, sociedade.
  • O mesmo está inserido na comunidade de Irecê a ponto de conhecer e ter certas intimidades com o prefeito, e tem ligações até com o mais baixo escalão das esferas municipais, estaduais e federais de Irecê.

Por tudo que foi listado e por vários elogios feitos ao perfil FAKE, que comentei com Mauro Dourado: Rapaz! Eu fico lisonjeado que me tenham em tão elevado grau de conhecimento, envolvimento, inteligência. Ficaria até interessado em assumir a persona citada. Mas, não sou eu.

Não é a primeira vez que jogam para mim algo desta natureza com razões tais. Quando estudei no IAENE (Instituto Adventistas de Ensino do Nordeste), no ano de 1992 um tal Orlando, diretor interno do campus, disse que eu, por ser inteligente, perspicaz, agiu, com conhecimento topográfico e privilegiado do área do colégio: SIM era eu o sujeito que tinha todas as condições de ser o “brechador” do prédio feminino. Não era eu! Mas, o principio é o mesmo, e não me embevece minha pessoa, nem leva meu ego ao êxtase tais comparações e ilações. Nem para o bem, nem para o mal.

Já está me acontecendo novamente coisa do gênero. E sei por que fui caluniado de forma indagativa pelo Ederaldo Manoel no twitter.

E assim a conversa transcorreu como abaixo está:

O moço da conversa acima já deve ter percebido que meus twitter e referências a ele, são pouquissimas. E ele deve se lembrar que fiz-lhe uma brincadeira sobre futebol, e ele, me respondeu com algumas palavras que não me agradaram. Então! Sigo minhas regras: contato mínimo. E não escondo nem dele, nem de nenhuma outra pessoa. Se gosto! Digo que gosto. Se não gosto! Digo que não gosto. E, se eu precisar de alguém que eu já declarei não gostar, tenha certeza, de que não tenho reservas em ir lá e dizer: preciso de você!

Então fiquem avisados todos: EU NÃO TENHO, nem uso perfis falsos na Internet. Tenho meus blogs, que são estes: www.adaobraga.com.br e também este http://adaobraga.wordpress.com e nestes espaços escrevo o que penso. Opino. Critico e elogio quem tiver que ser criticado e quem tiver que ser elogiado.

O blog: http://jesusapocrifo.blogspot.com (DESATIVADO) era de um pastor amigo. Ajudei-o a criar e a manter pelo tempo que existiu. Alguns textos que lá estavam eram de minha autoria, ainda que estivessem todos no nome dele. Ele foi  transferido para outra região, então, ele achou por bem, excluir o blog. Ainda tenho todos os textos gravados no skydrive. Tínhamos um projeto de escrever livros. Ele até colocou um no site do amazona.com. O perfil era anônimo, mas, não falso. Repito: eu não uso perfis falsos.

Eleições Municipais

Nesta próxima eleição para prefeito, eu já decidi, irei apoiar e divulgar apoio,  ajudar no que eu puder ao Luizinho Sobral. E tenho meus motivos, razões, desejos e vontades para tal. Não é de agora, nem de ontem que voto na família Sobral. Desde que transferir o título eleitoral para esta comarca que meus votos sempre foram ideológicos, e eu, sempre estive à direita, e não nego que gosto do capitalismo, do direito a propriedade, contrário às bolsas famílias e outras benesses que os governos, desde o FHC vêm fazendo. Isto mina a concorrência[bb], e estimula o ócio, mas, não nego que existem milhares de famílias que necessitam destas ajudas.

No aniversário de Luizinho Sobral ele me ligou e convidou a mim e a minha família para lá estar. Eu, minha esposa[bb], um amigo que convidei e meu filho primogênito fomos. Ficamos até os parabéns ser cantado, e o bolo ser cortado.

Não preciso de perfis falsos para comentar aqui, lá, e acolá. Dizer que não acredito na moral do PT, nem do ex-melhor presidente[bb]que o mundo já produziu no Brasil, nem na atual presidente, a Dilma Rousseff. Tenho opinião, e não sigo, a contento o senso comum.

Grupos de Discussão Politica

Quanto aos grupos que discutem política, eu sei que existe dois grupos no Facebook. Um é moderado por Carlos Roberto e o outro, me disse o Carlos, é moderado por Roberto Junior. Ele, o Carlos Roberto me convidou para entrar no grupo. Eu não tenho conta no Facebook e me cadastrei com a conta da Turma Subsequente, mas, logo retirei, pois, não é uma conta própria para tal. A outra conta que posso usar seria de minha esposa. Mas, não o fiz. E há duas outras contas de empresas que eu poderia usar, mas, não faço por motivos semelhantes a não usar a conta da Turma Subsequente.

Por curiosidade eu até quis saber quem era o tal. Mas, como é que eu poderia justificar a quebra de sigilo de alguém? É verdade que há leis que proíbem o anonimato, e que tramitam nas casas legislativas leis que vão considerar a criação de perfis falsos crimes. No entanto, até agora, o que temos é que criar perfil falso para o anonimato tecnológico NÃO É CRIME. Se, através de um perfil falso este anônimo tecnológico caluniar, difamar ou injuriar, então, pode-se procurar os meios cabíveis para apuração e interpelação judicial.

Voltando ao inicio do último paragrafo. Eu procurei amigos para saber de onde é que partiam tais mensagens[bb]. Eu até saberia. O amigo saberia. Mas, tenho certeza de que, um perfil falso no Facebook, não é suficiente para me levar a cometer um crime federal: quebra de sigilo. A pessoa não me ofendeu. Não me insultou. Não me caluniou. Não me injuriou. Então por que motivos eu cometeria tal crime?

Se você foi ofendido, injuriado, caluniado, difamado por um alguém que usa perfil falso nas redes sociais o caminho é o seguinte: Boletim de Ocorrência na delegacia. E lá encaminha para a justiça, e se tem condições: constitua um advogado.

Eu e o senador Cristovam Buarque!

As vezes penso que sou destas pessoas azaradas de que quando chega a minha vez, acabam as ofertas. Ou termina o evento. A bola fura. “Não vamos mais fazer isto.”. Acabou a promoção. Terminou às 14:00 horas… etc.  Pois bem! Faz alguns anos que ouço elogios ao Senador Cristovam Buarque: @Sen_Cristovam.

Eu o sigo no twitter. Além dele, vários outros políticos. Sem classificação ideológica ou partidária. Não recuso os pedidos de follow. As vezes, se você publicar 10 twitter seguidos de assuntos diferentes, e só ficar seus twitters na minha timeline… eu deixo de seguir você.

Bem! Voltando ao senador.

Nas últimas três vezes que estive no twitter e o senador publicou algo, pelo menos em duas eu discordei. Ele pode ter ideias brilhantes. Pode defender projetos vantajosos para o país. Pode ser responsável por milhares de vidas transformadas. O que tem contado ultimamente entre eu e ele, são ideias como estas abaixo.

image

A frase está fora do contexto. E mesmo dentro do contexto, eu discordo do Senador, pois, o contrário da frase é uma estupidez. Antes de afirmar isto, ele havia escrito o seguinte: “Não acho Estado competente, mas a ausência dele está destruindo o próprio capitalismo.”

Apesar de uma ou duas opções de interpretação diferente, o contrário da frase afirma que é permitido ao Estado ser ineficiente e corrupto, desde que esteja presente. E isto, também é inaceitável. Não é aceitável a ineficiência estatual. Não é aceitável a corrupção, muito menos a ausência. Por outro lado, reafirmo, a presença ineficiente e corrupta pouco muda a situação.

Então Senador… mais uma fora!

Quem deixou de me seguir no Twitter

Eu não sei os motivos pelos quais as pessoas me seguem no Twitter (@adaobraga) e também, não sei os motivos pelos quais elas também deixam de seguir. O fato é que todas as vezes que alguém abandona minha lista, eu recebo um alerta do serviço que me avisa da seguinte maneira:

desistencia

Eu, nem sempre olho quem é que está me seguindo, mas, quando vou comparar a listagem, tenho por hábito retribuir o follower em following. As vezes, como foi o caso destes três, eu os seguia a todos. E assim, como retribuo o clique em seguir, retribuo também em não seguir.

O serviço em questão, ou seja, o que avisa quando alguém deixa de te seguir é este aqui: http://useqwitter.com/. É só se inscrever e receber os alertas.