São desproporcionais as causas e as consequências; é irregular a relação de isso, por causa disso; se isto, então aquilo.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

Quando eu era criança, a coisa gostosa era assistir filmes de Westem, do Oeste, como queira, ou, aqueles clássicos faroestes italianos. Naquele tempo, em que eu assistia, a sensação era de que, sempre dependíamos de alguém perito, ágio, rápido e com valores morais evoluídos a ponto de se colocarem, sem serem institucionalizados, como aqueles responsáveis por defender os valores justos, corretos, verdadeiros e capazes de livrar o oprimido de seu opressor.

Os filmes recentes, tem apostado no argumento de que, até os bandidos agem baseados na lei, e, que, mesmo tendo feito algo ruim, ter feito algo errado, há algum tipo de lei, em que se sustente a sua tese e a sua cruel natureza, perversa e criminosa. Quando falta argumentos críveis, se justifica com a pobreza; dizem que foi a falta de opções; que no passado ele fora injustiçado e agora a vingança é a única lei.

Re-assistir The Magnificent Seven (Sete homens e um destino), a versão da década de 70, que, para a felicidade das gerações futura, está sendo regravado. Eram épocas diferentes. Eram valores diferentes. Era uma época em que o racismo era negar a um índio morto o devido sepultamento; era época de segregação racial, social, econômico, mas, que a arte já se propunha a debater e recriminar; não este atual jeito irritante de ser o “politicamente correto”

Ao tempo em que assistir este clássico da arte cinematográfica, também assistir ao filme atual Marauders (2016) com Bruce Willis. O filme de 2016 apresenta a atual sugestão de sociedade. O mal, a vingança, o poder, a desonra impera. Quando era menino e que brigava na rua, até certos adultos em derredor permitiam que brigássemos para resolver nossas diferenças. Hoje não! É comum uma briga por causa de uma bolinha de papel acarretar a morte do tal agressor. São desproporcionais as causas e as consequências; é irregular a relação de isso, por causa disso; se isto, então aquilo.

O mundo já foi melhor! Porém, como apocalíptico que sou, ainda pode piorar, e ficar ainda péssimo, horrível, e até de fato, insuportável. No tempo do filme antigo, se esperava que se agisse com justiça, defesa dos oprimidos; em favor dos desguarnecidos. No entanto, hoje, este é grupo que mais sofre, pois, quem tem acesso a armas, mutilam, matam, assaltam estes, pois, os ricos e poderosos estão inacessíveis, longe desta realidade.

E mais, até há movimento de parlamentares que defendo os bandidos; os agressores, o que faz, com desejemos ser protegidos por xerifes, pistoleiros e outros, que tenham coragem de formar grupos de resistências, porém, se isolando do outro lado, que são os milicianos, que também, são tão ruins quanto os bandidos de fato.

A comparação entre as épocas de ambos os filmes é: antes se reagiam às maldades e promoviam a justiça; hoje, se querem perpetuar as maldades como sendo justiças sociais.

Uma total inversão dos valores sociais, econômicos, morais e das virtudes. O que é muito lamentável.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *