Por que não usar o navegador Edge mesmo com a agressiva promoção da Microsoft?

A disputa por espaço, visibilidades, predileção é tipicamente um evento onde tem concorrência. Por óbvio que, sendo assim, cada qual se esforce para exibir suas qualidades, vantagens, motivos, inovações e tudo que for positivo para sua marca, produto, setor, categoria, classe, etc., e tal! A Microsoft, a partir e juntamente com o lançamento do Windows 10 trouxe inovações diferenciadas com o navegador Edge! Dizem muitos que se trata de cópia de recursos inerentes e comuns em outros navegadores. Seja como for, eu não tenho mais um navegador padrão ou navegador que gosto mais, que defendo, como outrora! Eu tenho instalado e utilizo 5 (cinco) navegadores em meu computador. Cada um para atividades específicas.

Foi a melhor solução que encontrei para a questão. Por outro lado, a Microsoft, tem se utilizado da popularidade do sistema operacional Windows 10 e tem tentado alavancar a popularidade do navegador Edge. Eu utilizo o navegador com frequência, mas, não o tenho como padrão! E, quando abro o Mozilla Firefox, que é o navegador que utilizo para acessar determinados sites: torrents para filmes, séries, youtube, pornografia, etc., o Windows 10, por meio da Central de Ações me informa que o Microsoft Edge é mais seguro do que o Mozilla Firefox e do que o Google Chrome!

Três tópicos em destaque

Ao clicar no link da Central de Ações que traz a promoção e propaganda do navegador Edge se tem três itens em destaque, a saber:

a) Bloqueio de Malware de Engenharia Social;

b) Segurança sem especificações!

c) Segurança específica

Eu por outro lado, apesar de todo o esforço da equipe Microsoft em relação a seu navegador, o Edge, só necessito de um motivo para não o usar com mais frequência! Não mais do que um motivo.

O motivo mais forte para não usar

Utilizo cinco navegadores em meu computador. Nas empresas dos clientes sempre disponibilizo pelo menos 4 navegadores e dou orientações de qual usar, em que situação cada um é melhor do que outro. Mas, o Microsoft Edge eu tenho um motivo para não o indicar para o uso dos clientes, que mostro na imagem abaixo:

Isto mesmo! Quando tento acessar sites específicos de bancos, governamentais, e, em muitos casos uteis em escritório de contabilidade, advocatícios, clínicas médicas, empresas de empréstimos consignados, farmácias… etc, o Microsoft Edge me diz que tento acessar um site ou um serviço do tipo “Vintage”.

A definição de Vintage: “tudo aquilo que pertence ao passado”. Quando o assunto é moda, roupa, estilistas “refere-se à uma peça de vestuário com mais de 20 anos, pelo menos”.

Concluo dizendo que só este motivo é suficiente para não se usar o Microsoft Edge com mais assiduidade, desejo, vontade e como padrão, mesmo no Windows 10. Como é que um navegador inovador, novo, cheio de recursos, simplesmente impede o usuário de acessar o banco, seja ele: Banco do Brasil, Caixa, Bradesco, Itaú, Santander…? Como é que esta equipe deseja me convencer de usar o navegador do Windows 10 sendo que, eles mesmos utilizam argumentos que me farão desistir do navegador?

Labutando com tablet Philco e com firmware Android

Faz mais de vinte dias que tento encontrar uma solução para um Tablet Philco que roda com a versão do Android 4.0.4. Infelizmente até agora nenhuma solução foi encontrada que resolva o problema do referido tablet.

 

O pior da situação é que outras pessoas no Brasil e no Mundo reclamam da situação. O tablet não consegue identificar as redes wi-fi. Primeiro, busquei informação com a Philco, fabricante do tablet. Uma das propostas veio em um arquivo PDF orientando o que está na imagem abaixo:

 

Fiz o download. Instalei a atualização do firmware. E, o tablet continua sem funcionar o wi-fi. Quando o botão de ligar o wi-fi é deslizado para ligar, aparece na tela uma pergunta: Ativar o Wi-fi?

Claro que eu quero ativar o Wi-Fi, mas, o aparelho não funciona o wi-fi com os firmwares disponibilizados pela Philco. Nestes momentos fica-se sem saber se o problema é de software ou de hardware. Fiz experiências diversas com o aparelho da Philco na imagem acima apresentado. E, a situação foi a seguinte:

Firmware A: Não identifica a wi-fi; mas, funciona a câmera, o toque e demais funcionalidades;

Firmware B: Não identifica a wi-fi; mas, funciona a câmera, o toque e demais funcionalidades;

Firmware C: Funciona o Wi-fi, mas, não funciona a câmera e fica travando constantemente;

Firmware D: Não funciona o Wi-Fi e a câmera.

Vou continuar a buscar por uma versão do Firmware que consiga fazer o hardware da Tablet Philco S0008A funcionar corretamente com a Wi-Fi, Câmera e toque corretamente, pois, me parece que surge uma “cultura” de que, não se tem direito a reclamar, quando um aparelho tem valor baixo, ou seja, melhor não consertar, vai lá e compra outro, é menos do que quinhentos reais.

 

 

Fazendo buraco de Irecê para as Filipinas e de Nanuque-MG até “quase” lá na China!

Quando criança ouvi muitas vezes frases que indicavam e instruíam sobre o outro lado do mundo! Uma frase muito comum era de que, ao começar a cavar um buraco, um poço, uma cisterna ou uma fossa se dizia: “Vai sair na China!”; outros dizem: “Vai sair no Japão”; alguns, apenas afirmam mais genericamente: “Vai sair do outro lado do mundo”.

Pois bem! Agora com os recursos da tecnologia, dos satélites e etc., já se pode saber exatamente onde iremos parar ou sair se furarmos um buraco e varar de um lado a outro. É o que é denominado de Antípoda. O mapa do tipo Antípoda pode ser visualizado neste link: Onde vou sair do outro lado do mundo?

Para utilizar o serviço de mapa antípoda, você precisa apenas do nome de sua cidade. Digite o nome e o Estado e clique em Find! Você também poderá utilizar a longitude e a latitude de sua cidade para fazer uma busca, mas, isto vai exigir pesquisar esta informação. Não é difícil basta usar um serviço de mapa online, e, até mesmo pesquisar no Wikipédia!

Outra maneira

Outra maneira de você ver o mapa antípoda de sua região ou cidade é utilizando o serviço da Wikipédia! Busque sua cidade no serviço da Wikipédia. Depois, ao lado direito, abaixo do mapa, você tem um ícone que te levará ao serviço de mapa Antípoda!

O serviço do Wikipédia utiliza o serviço do GeoHack. Na segunda consulta utilizei as informações de Nanuque, MG, cidade em que nasci. Abaixo está a imagem da localização de onde se sairá, se o buraco for cavado em Nanuque.

Não sei quanto a vocês, mas, os antigos lá de Nanuque, estavam “quase certos”. Cavando-se em Nanuque se sairá “quase” lá na China!

RESOLVER: é para esta realidade que devemos estar preparados e qualificados!

Faz alguns anos, lá no início do Android como sistema operacional de dispositivos móveis encontrei com um amigo no mercado. Este amigo tentou me convencer a mudar de foco em relação ao padrão vigente de sistema operacional. Tentou me convencer que era a hora de sair do Windows e focar os estudos no Linux/Android para que eu pudesse sobreviver num futuro próximo de dominação Linux/Androidiana!

Naquele dia, disse que, meu foco continuaria o mesmo, e o de sempre: Aparelhos com sistema operacional necessitam de intervenção técnica para reiniciar, formatar, restaurar, reinstalar, formatar… etc. E, a base que eu tinha no Windows seria suficiente para os demais sistemas operacionais. E, que eu necessitaria de algumas horas para entender e resolver problemas na plataforma Linux/Android. De vez em quando, recebo algum serviço em plataformas não Windows. Já resolvi problemas em Mac, Linux/Android aproveitando conhecimentos técnicos que tenho em Windows.

Desde ontem, estou com um tablet da marca M7s, com Linux/Android. Ele está travado numa tela do sistema operacional Android, que insiste em não permitir ao usuário utilizar o aparelho. Parece ser algo simples e comum. No entanto, nenhum conhecimento que tenho, nem tão pouco, outras dicas do suporte, foram suficientes para destravar o tablet.

Nestes casos, devo procurar uma solução, a não ser formatar e ou restaurar o equipamento ao recovery factory, que perderá todos os dados e aplicativos do proprietário, pois, não é possível acessar as configurações, realizar uma sincronização e um backup de dados e configurações.

Não desisti e por mais de 8 horas procurei uma solução nos manuais e fóruns sobre o sistema operacional Android. Encontrei a solução, unindo informações diferentes, que foram:

– Desativando os serviços do Google Play;

– Desativando e deletando as atualizações;

– Desinstalando atualizações recentes;

– Limpando o Cache;

– Reiniciando o Tablet;

– Restaurando as configurações…

– Alguma outra atividade que tenha esquecido de mencionar.

Em suma, os aparelhos, sejam da plataforma Windows, Android/Linux ou Mac, inevitavelmente necessitam de intervenção técnica. E, é para esta realidade, que devemos estar preparados e qualificados!

Depois do controle e intromissão do governo, chega as corporações também!

Não é de hoje que reclamo da intromissão do governo brasileiro sobre o cidadão e nativo, tanto quanto do naturalizado. A intromissão vai desde a proibição de usar, fazer, falar, ir e vir, etc. E, também não estamos isentos da realidade, amplamente explorada em filmes e séries que é, sermos controlados e ter que obedecer e prestar obediências às ordens das corporações. Afinal, tanto governo, quanto corporações, insistem na tese de que, não sabemos, e ou, não temos competência, tempo, disposição… etc., suficientes para tomar as decisões e realizar o que deve ser feito.

Um exemplo da intromissão das corporações, pode ser vista na imagem abaixo!

A Kaspersky, líder mundial em soluções de segurança, me ofereceu hoje (18/07/2017) a lista de softwares existentes em meu PC que necessitavam de atualizações. Esta mesma funcionalidade está presente em outros softwares de segurança tais como: Nod, Avast, AVG e Avira!

Depois do controle e intromissão do governo, chega as corporações também!

Não é de hoje que reclamo da intromissão do governo brasileiro sobre o cidadão e nativo, tanto quanto do naturalizado. A intromissão vai desde a proibição de usar, fazer, falar, ir e vir, etc. E, também não estamos isentos da realidade, amplamente explorada em filmes e séries que é, sermos controlados e ter que obedecer e prestar obediências às ordens das corporações. Afinal, tanto governo, quanto corporações, insistem na tese de que, não sabemos, e ou, não temos competência, tempo, disposição… etc., suficientes para tomar as decisões e realizar o que deve ser feito.

Um exemplo da intromissão das corporações, pode ser vista na imagem abaixo!

A Kaspersky, líder mundial em soluções de segurança, me ofereceu hoje (18/07/2017) a lista de softwares existentes em meu PC que necessitavam de atualizações. Esta mesma funcionalidade está presente em outros softwares de segurança tais como: Nod, Avast, AVG e Avira!