No mercado há oferta de trabalho, mas, não de emprego?

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

Agora a pouco ouvi em uma emissora de rádio de Irecê o pedido de uma esposa. Era o anúncio de que o esposo estava desempregado, e, listou pelo menos duas qualificações do esposo, a saber:

1 – Tem CNH do tipo A e B;

2 – Tem formação estudantil de nível médio.

Eu costumo dizer que “procurar emprego” é mais difícil do que procurar trabalho. Isto porque, penso que trabalho, renda, ocupação, quem quer, encontra, inventa, cria, inova, se especializa.

Para este ano de 2017 pretendo reorganizar minha vida profissional. Uma das minhas grandes necessidades é organização e persistência na gestão de finanças. Iniciei o processo de formalização, expansão e parceria. Divisão de tarefas, trabalhos e atividades. Uma jovem que estava desempregado me procurou em busca de uma atividade. Um cliente com uma necessidade me apontou uma opção. Aproveitei!

No mercado, trabalho e serviços sempre há! O que as empresas não têm encontrado são pessoas com as qualificações e condições necessárias para a realização de determinados serviços. Hoje, por exemplo, estou ocupado com o inventário de uma empresa. E o trabalho é fruto de uma necessidade contábil, fiscal e tributária que surgiu em uma empresa que presto serviços.

Tenho que refazer o inventário para atender às exigências contábeis, fiscais e legislativa, pois, o software de “automação” gera um relatório de inventário que deve ser “refeito” para estar dentro das exigências fiscal e contábeis exigidos pelo escritório de contabilidade. Poderia ser mais fácil, se, a empresa que fornece o software de automação, oferecesse tais recursos no software, ou, se permitisse a criação de inventário personalizado, se, oferecesse recursos, até medianos de “exploração de dados” no banco de dados.

Para mim, está de bom tamanho. Faço o trabalho, recebo pela prestação de serviço e listo mais um item no meu currículo profissional e ao portfólio.

Minha dica para os jovens, que estão à procura de emprego, é que, saiba fazer serviços. Saiba e tenha conhecimento de alguma área de atuação. O mercado tem condições de absorver muitos bons profissionais. E, ainda há muitas vantagens na pejotização, na terceirização que os sindicatos e muitos líderes comunitários viram a cara e eu vejo como uma solução!


 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *