Me defino como: totalitário, empático e outras antíteses!

Eu sou totalitário! Pois, o que vale é meu querer! Minhas vontades! Minhas ideias! O que eu sei! O que eu conheço! O que eu estudei e no que “sou especialista! ”

O que vale é o que EU penso! O que quero, o que determino para mim, o que busco, meu querer, meu desejo, minhas vontades, assim, “eu sou egoísta”, ainda que tenha empatia por alguns semelhantes!

 

Eu sou preconceituoso, ainda que me esforce para não fazer discriminação! Não gosto disso, nem daquilo! Não amo todos, nem tudo! Não tenho ódio por qualquer um, coisa, pessoa, lugar, atitude, comportamento ou valor!


Eu amo! Me apaixono! Tenho um time do coração! Tenho uma esposa, dois filhos, que ela jura que são meus! Eu creio! Assim, sou machista, e por isto, eu sou machista!

 

Tenho fé e não sou ateu, pois, a fé não nos divide, só o objeto da fé! Não sou agnóstico, nem apolítico, apesar de serem conceitos bons, estabelecidos e críveis! Não sou bonito, nem rico e nem famoso! ETC!

 

Se você não gostou! Use os recursos das redes sociais: Bloquei! Exclua! Silencie! Deixe de seguir! Dê unfollow! Mas, por favor! Não me enche o saco, nem me questione, porque, aí, volta tudo para a primeira frase do texto: Eu sou totalitário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *