Se eu fosse empresário não contrataria quem recebe Bolsa Família

Meu amigo “Jesus Apócrifo” que está super ativo no twitter, me enviou e-mail, e fez citações a um texto em que, faz algum tempo afirmei que tenho a esperança de votar em um candidato que prometa: “Se eleito, irei acabar com o Bolsa Família“. O candidato Aécio Neves, que havia prometido mudanças para o Bolsa Família conseguiu ontem fazer algumas mudanças no programa. Já é algo. Já se acena com uma possibilidade: fazer com que se queiram abandonar o programa, e não se contente com esta ajuda, e parta para o trabalho.

Faz umas duas semanas, pessoas da família de minha esposa, se espantou com a minha opinião, que foi esta:

“1- Se empresário fosse, e descobrisse que funcionários recebem bolsa família, seriam avisados de que deveriam abandonar o programa social. Se não atendesse, demitiria.

2- E, quando fosse contratar, um dos requisitos para se contratar e assinar a CTPS do cidadão, seria não estar a família cadastrado e recebendo ajuda do programa bolsa família.

3- E, caso, duas pessoas com curriculum e experiências semelhantes estiverem sendo analisados para ser contratado, e uma delas, receba este auxilio, a preferência seria dada a outra família”

Esta opinião fez com que, pessoas ali presente discordasse e até tentaram me convencer que é, sim, função do governo ajudar as pessoas necessitadas em suas carências. Ou seja, não é apenas função do Estado dar educação, saúde, proteção, infraestrutura. Tem que garantir o sustento dos não produtivos, dos que, nem sempre necessitam de assistência social. Fui acusado de estar criando um novo modelo de discriminação. E de ser preconceituoso com pobres e necessitados. Eu tenho preconceitos. E os assumo! Mas, não isto. Não tenho preconceitos e discrimino quem necessita de assistência social do governo, das igrejas, das entidades beneficentes, das ONGs e assemelhados. Não! Não é isto.

O que me faz ter esta opinião é conhecer pessoas que ganham até mais do que eu, ter fonte de rendas extras, ter bom salário, e estar lá cadastrados e recebem até centenas de reais do governo, enquanto, outras famílias realmente e de fato necessitadas, estão fora do programa social. É o aproveitamento e a desfaçatez de milhares de brasileiros em aproveitar isto. Então, como forma de correção, se empresário fosse, nenhuma pessoa que não estivesse disposta a abandonar o programa, seria contratado.

Os empresários, os patrões, aqueles quem contratam e mantém a economia do país, que alimenta o mercado de trabalho, deveriam começar a agir desta maneira. Se cada empresário exigir que seus funcionários não estejam recebendo auxilio do governo, muita coisa muda no mercado de trabalho. A começar pelas escolhas a serem feitas: Ou se trabalha para se ganhar, ou se contenta com o pouco que os auxílios concedem. O que não pode continuar são estas pessoas que tem renda e recebem auxilio governamental.

Nesta tarde de quinta-feira, 29/05/2014 fui à Lotérica pagar a fatura da operadora de celular. Na filha havia algumas mulheres que estavam lá para receber o referido benefício. Uma delas reclamava assim: Faz três meses que só estou recebendo R$ 32,00. Antes eu recebia mais de cem reais. Minha irmã recebe quase R$ 200,00. Não sei por que não estão mandando “MEU DINHEIRO”. Já fui lá no setor reclamar, mas, até agora não mandam “MEU DINHEIRO” completo.

O que é que estas pessoas fizeram para ter esta posse deste dinheiro? Nada! Elas apenas declaram que o rendimento familiar é insuficiente para manter a todos. E, isto é suficiente para que o governo lhes dê algum dinheiro.

Phishing Scan: A fraude que utilizam para roubar dados dos clientes do BB, Bradesco e outros bancos.

Um golpe muito utilizado por fraudadores é denominado de Phishing Scan. No entanto, muitos usuários de internet não sabe muito bem como é que é este tipo de golpe. O golpe começa com o envio de um e-mail falso em nome da empresa ou banco.

Eis uma boa definição:

“Phishing (pronuncia-se “fishing”) é um tipo de roubo de identidade online. Ele usa e-mail e sites fraudulentos que são projetados para roubar seus dados ou informações pessoais, como número de cartão de crédito, senhas, dados de conta ou outras informações.

Os golpistas podem enviar milhões de mensagens de e-mail fraudulentas com links para sites fraudulentos que parecem vir de sites confiáveis, como seu banco ou administradora de cartão de crédito, e solicitar que você forneça informações pessoais.

Os criminosos podem usar essas informações para diversos tipos de fraude, como roubar o dinheiro de sua conta, abrir novas contas em seu nome ou obter documentos oficiais usando sua identidade.” – O que é phishing scan?

Eis abaixo um conjunto de imagens que exemplificam o golpe de Phishing Scan direcionados aos clientes do banco do Brasil.

1 – O cliente recebe um e-mail falso em nome do Banco do Brasil. Como exemplifica a imagem abaixo.

2 – O cliente do Banco do Brasil, correrá perigo ao clicar nalgum link do e-mail; Só então ele é direcionado a um site falso. Veja na imagem abaixo, um exemplo de um site falso, que simula uma aparência com o Banco do Brasil.

3 – Neste site, que é falso, há um link para a falsa instalação de um sistema de segurança. Evidente que é tudo falso para iludir a quem, desconhece, ou ignora os procedimentos de segurança dos bancos.

Disponibilizo abaixo dois links com duas apresentações em PowerPoint em que há algumas imagens que capturei dos últimos golpes que recebi esta semana.

  1. Como é que os bandidos roubam as informações dos clientes do Bradesco;

  2. Como é que os bandidos roubam as informações dos clientes do Banco do Brasil.

Brasil precisa de gente estudada, diz Dilma, mas gente estudada critica usando iPads

Hoje na newsletter do Olhar Digital me chegou estas duas notícias do jeito que está disposto e exibido abaixo na imagem.

Veio nesta disposição, mas, penso que não foi intencional. Mas, o que o governo dela tem feito é o contrário do que prega, afinal, estão, faz algum tempo, sustentando o país insuflando as pessoas ao consumo, ao desejo de comprar. Há mais de um incentivo ao consumo. Há projetos diversos incentivando a compra de geladeiras, televisores, computadores, notebooks, tabletes, celulares e vem a presidente desdizer em palavras o que faz em ações.

Em seguida vem uma matéria que, é como uma respostas. E ainda reforça que, as pessoas que estão comprando iPads, Tabletes, celulares, notebooks e computadores tem noção, tem conhecimento de que paga caro. E paga caro por tudo: os impostos mais altos; as taxas de juros extorsivos.

O modelo petistas de extorquir, e de enriquecimento ilícitos, chegou ao fim. Falta poucos dias. Falta poucas semanas. Falta poucos meses. Então! Suas mentiras e suas justificativas tem sido apenas de desespero, e desencontros. Não queremos voltar ao passado. O passado recente é Lula! É o PT! É este passado que nos trouxe ao presente, e que está anuviando os dias futuros.

O pior do cenário é constatar que nossa gente está menos estudada, e sem condições de comprar iPads. Afinal juros, taxas, encargos, tributos… tudo tem dificultado a todos nós.

Chega! Já deu!

Erro no ContatoDao em Servlet: Unhandled exception type ClassNotFoundException

Faz algum tempo que faço um curso técnico no IFBA. Inicialmente o curso seria de 4 semestre, no entanto, desde 2011 nenhuma formatura foi realizada, e assim, nenhum concluinte dos referidos cursos se tem.

Além de criticar o MEC, o governo Federal, pegar no pé dos professores, reclamar com Deus e o mundo, bem, reclamo também com a ideia de que para se aprender a programar tem que sofrer. Parece-me uma cultura no meio dos tais, em que, só se aprende os segredos da programação sofrendo.

Eu gosto muito dos cursos do Neri. Ele erra programando, mas, se esforça para que, quem participa dos seus cursos não caiam nos tais erros. Errar é inevitável. O problema não é errar, é, em questão de programação, saber localizar, saber onde está o erro e corrigir.

O professor de Linguagens Técnicas passou uns exercícios para serem feitos. Estava eu indo muito bem, quando na construção da AdicionaContatoServlet ao instanciar o ContatoDao dao = new ContatoDao me surge um erro com a seguinte indicação de erro:

– Unhandled exception type ClassNotFoundException. Veja a imagem abaixo para se localizar.

Pode observar na imagem que nem estou usando o exemplo da apostila da Caelum. Já estou fazendo outro exemplo. E, mesmo tendo excluído o projeto anterior, me deparei com o mesmo erro. Procurei na internet por fóruns e blogs que pudesse me dar uma luz de como encontrar este erro.

Para entender: Este código da imagem acima é parte integrande da Servlet: AdicionaAlunoServlet. Ela tem a função de pegar o conteúdo do formulário por meio da request, preparar o objeto e gravar no banco de dados. Mas, de onde é que veio este erro?

Este erro é uma reclamação “Unhandled exception type SQLException” (Tipo de exceção não tratada no SQLException) e você pode resolver assim: Abra seu DAO. No caso, eu abri o AlunoDAO e removi a seguinte parte do código como exibido nesta imagem abaixo.


Você, poderia fazer o que o Eclipse exige: Tratar do tipo exceção. Eu preferi remover a parte do código. O problema aparece na Servlet, mas, a solução está no arquivo DAO chamado. Depois disso, tudo funcionou: inclusive a persistência no Postgres.

Banco do Brasil: erro de Java; erro na identificação do Token

Nas duas últimas semanas o Banco do Brasil tem dado muito trabalho para mim. Eu não tenho do que reclamar por uma empresa do tamanho do que é o Banco do Brasil trabalhar para mim; provocando problemas para os clientes do BB me paguem para encontrar solução; aquecendo o mercado de serviços técnicos especifico. Eis abaixo uma lista dos problemas encontrado nesta semana entre o dia 05 e hoje dia 09 de maio.

1 – Erro na identificação da versão JAVA. Durante esta semana alguns clientes se depararam com este erro na identificação da versão Java. Como os clientes, nem sempre entendem o suficiente de informática, partem para o confronto: “Se o site do banco tá dizendo…”

Então, para, pelo menos dois clientes tive que fazer a seguinte exibição, e, diante do confronto de informação, inquiria ao cliente: “Quem é que tá certo e quem é que tá errado? O BB que diz que a versão Java está desatualizada ou o site do Java que diz que a versão Java instalada é a mais recente?”


Este erro não depende de você remover o JAVA instalado. Este erro não vai sumir se você formatar o computador; Este erro não vai sumir de você trocar de computador; Este erro não vai sumir se você trocar de sistema operacional. Pois tudo isto eu fiz. Fiz em três clientes que exigiram:

1) formatar o computador;
2) remover o Java novo e instalar a versão anterior;
3) remover o Windows 8 e instalar o Windows 7;
4) remover o Windows 7 e instalar o Windows 8, pois, no notebook com o Windows 8.1 funcionava e no PC com Windows 7 não.

No entanto, no dia seguinte ambos os computadores pararam de funcionar. Além disso, os passos indicados e espalhado internet a fora de que se resolveria incluindo o site na lista de sites permitidos nas configurações de Java não deu nenhum resultado. As orientações do Suporte do BB passou e que não funcionou foram estas abaixo:


2 – Erro na identificação e instalação do Token. Na tarde de segunda-feira 05/05/2014 o token estava funcionando corretamente. Estava identificado e instalado no computador com o Windows 7 versão 32bit. Na terça-feira, não estava funcionando mais. O pior cenário era que, no notebook com o Windows 8 o mesmo token estava funcionando, o que sugeriria erro de drivers no computador com o Windows 7.

Tentei mais de um recurso na tentativa de fazer o Token funcionar neste PC e não funcionou. Dei uma pausa e fui em outro cliente. E lá, neste outro cliente a mesma situação. Então o que é que há entre estes computadores? Improvável que computadores diferentes, em redes diferentes, com sistemas operacionais diferentes tenha o mesmo problema (identificação do token do bb) e, que o problema sejam os todo (todos os computadores + todos os sistemas operacionais + Java + segurança) e não o específico, o Banco do Brasil.

Deixei os dois clientes isolados. Na quarta-feira os dois computadores funcionaram normalmente. E, no entanto, outros dois computadores pararam de funcionar: o notebook com o Windows 8, e o PC do setor de contabilidade voltaram a funcionar.

Então baseado no que aconteceu, estes problemas estão relacionados a mudanças, implementação, correções do Banco do Brasil, e não exclusivamente em relação ao computadores.

O Pior cenário.

Para piorar o caos, alguém da agência de Irecê, sugeriu e enfatizou que a empresa deveria FORMATAR o computador, pois, estava com vírus, e, por isto os constantes bloqueio de senha e indisponibilidade de acesso ao site. Mesmo que eu tenha insistido em não formatar, tive que fazê-lo, afinal, a empresa, sob a orientação da agência do Banco do Brasil assim o exigiu. E, não resolveu a questão.

A.T.E.N.Ç.Â.O

Este texto não deve ser aplicado em outras circunstâncias em relação ao Banco do Brasil. Em situação similares ligue para o help desk do banco do Brasil; ligue para o seu gerente; ligue para o suporte técnico do banco do Brasil.

O Internet Explorer parou de funcionar: arquivo d3d9.dll

Há muitos problemas que afetam os usuários do Windows e dos produtos Microsoft. Tanto é assim que existe o Microsoft Fix Center com inúmeros pequenos aplicativos com o propósito de tentar descobrir e corrigir problemas no sistema. Hoje me deparei com esta tela do Internet Explorer: “O Internet Explorer parou de funcionar” – E não encontrei nenhuma resposta satisfatória na internet.

Quando não encontro algum tutorial na Web, e tendo encontrado a solução, tenho por hábito criar um passo-a-passo para auxiliar outras pessoas com problemas similares.

O computador em que esta tela aparecia era um Dell, com 6GB de memória, Windows 7, tela de 21″ Touchscreen, com Windows 7 64bits. E, no entanto, desde a primeira instalação e depois da restauração da imagem de fábrica este problema insistia em existir.

– Qual é o problema? Foi a partir desta questão que eu encontrei a solução. Na tela de aviso, “um problema fez com que o programa parasse de funcionar” – aponta para algo externo ao programa. E, que o Windows, como sistema operacional está tomando a decisão de FECHAR o programa. Para ver o que provocava tal problema, usei o Visualizador de Eventos.

1 – Abra o Painel de Controle;
2 – Abra Ferramentas Administrativas;
3 – Abra Visualizador de Eventos.

Estando no Visualizador de Eventos observe os itens que apontam Erro. Se oriente pela imagem abaixo, em que, aponto os três pontos.

A – Clique e espere a listagem dos Logs dos aplicativos;
B – No item 2, mostra o item do último erro registrado;
C – Na parte de baixo, onde há duas guias: Geral e Detalhe se pode ver o que é que está errado, ou o que apresenta falhas no sistema.

No computador em que estava trabalhando hoje, o que provocava a falha no Internet Explorer 9, depois no 10 e também no 11 foi este arquivo: d3d9.dll que está relacionado com o Directx e ou falha no Drive da Placa de Vídeo. No caso em especifico eu instalei os drivers da placa de Vídeo do computador e o Internet Explorer não mais parou de funcionar. Mas, talvez você tenha que instalar o DirectX em seu computador.