Cansei do ambiente do Facebook. E por isto, saio.

Decidi que vou excluir a conta no Facebook. E é uma decisão irrevogável. Não igual a opinião do político.

  • A decisão é baseado no fato de que não preciso do ambiente;
  • O ambiente anda saturado; as opiniões, quando em contrário, não são, com raras exceções, bem aceitas;
  • Pessoas gostam mais quando são replicadas, curtidas, compartilhas, mas, não aceitam com zelo, e atenção opiniões contrárias;
  • Minha esposa, anda, a semelhança da vida real, não entendendo certas opiniões minhas, e tem gerado alguns conflitos, do tipo: você escreveu isto para mim, fulano de tal disse isto para mim, por que você escreveu aquilo lá… etc. Não tenho que convencê-la do contrário.
  • Amigos tem se incomodado com algumas opiniões, pensando que estou dando-lhe indiretas; o que não é verdade!
  • Ao contrário do ditado: Se sinto que incomodo, eu me retiro. Foi assim no orkut, e agora no Facebook.

Eu vivo muito bem do jeito que vivo. Consigo viver do jeito que vivo. Aceito e até digo que é compreensivo quando as pessoas mentem, quando se usa de hipocrisia, como e quando se é altivo, soberbo… tudo tem seu lugar na vida de nós todos.

Não sou de criticar apesar de estranhar se algumas pessoas afastam de mim. Evidente que ficam dúvidas, ficam perguntas sem respostas, suspeitas; mas, respeito quem tomou a decisão de me excluir, ignorar, fazer de conta que não me conhece. Se não me dizerem os motivos, eu não vou lá justificar as faltas que se pensam que tenho cometido.

Ontem fiquei chateado com um grupo religioso. Todos tem direito a religião, ao culto religioso, a liberdade de expressão, etc, e etc. Não me agrada ser medido pelas regras de um grupo, em especial, se não pertenço a ele. E, no Facebook algumas pessoas tem exigido de mim e de outros, concordância, opiniões favoráveis , com as imagens: quem é isto curte, quem é aquilo compartilha… bem! Eu prefiro continuar fora do grupo e da rodinha deles, afinal, isto é querer obter resposta favorável ao suas ideias, desejos e argumentações.

Nós como pessoas agimos, falamos, pensamos e vivemos baseados em regras sociais. Tais regras evidenciam e são reflexo de nossos conceitos morais, éticos, espirituais, filosofico, e outros valores No entanto, há elementos da personalidade, do caráter, da mentalidade nas pessoas que lhe são característicos, e elas aceitam normal para elas, e estranham que outras pessoas não entendam. Eu, mais uma vez afirmo: não estou disposto para tal.

Prefiro que sejam contrários com sinceridade; que sejam hipocritas quando necessário; que mintam quando a situação exigir tal, mas, não exijam que eu seja igual a você, por que eu não exijo isto de você.

Cansei do ambiente do Facebook. E por isto, saio!

image

Já foi. Eu havia pensado em sete dias. No entanto, resolvi agora acabar com a conta. E está feito. O Facebook ainda me avisa do seguinte:

image

Mas,  tal qual no Orkut, faço no Facebook. Bye bye, so long, farewell…

Crack! É possível vencer! Os meus prós e contras da campanha do Governo

Faz poucos minutos que passou entre os comerciais da Rede Globo, no horário nobre, Jornal Nacional, William Bonner e Patrícia Poeta e todo o aparato da maior de todas as TVs do Brasil e uma das maiores do mundo o comercial em que o governo Federal chama as famílias para o combate a droga. No site da campanha está o seguinte banner:

[lomadeewpro category=’2947′ keywords=’aulas, escola, estudante, colégio, proteção, saúde’]

É louvável toda e qualquer ação para libertar pessoas e famílias dos malefícios das drogas, seja ela qual for. As proibidas ou das liberadas. No entanto, eu tenho lá minhas discordâncias com a peça publicitária. E aponto por que. A peça que vi, apresenta pessoas representando pais e mães respondendo perguntas do tipo: você é amigo de seu filho? Você conhece seu filho? Já falou sobre sexo com ele? Já falou sobre gravidez? […] por fim, a pergunta: já conversou com ele sobre o crack? Dai por diante apresenta os pais com cara de preocupação, tensos, e ou também, com aquela feição de culpa e de “máxima culpa”! Como que pelo fato de não terem explicado, não terem conversado com seus filhos, são os maiores contribuintes da calamidade atual em relação ao consumo desenfreado desta e outras drogas. É aqui que entra parte de minhas discordâncias.

Eu já expliquei para os meus filhos. Já falei a eles como me ofereceram. E disse-lhes como foi que evitei entrar nos caminhos ilusórios das drogas: Eu disse não! E me afastei dos referidos amigos. Listei para eles como meus amigos tentaram me convencer que não era nada! Expliquei os problemas e as dificuldades. Dei-lhes exemplos conhecidos e apontei conhecidos que vivem em situação de vida catastróficas provocadas pelo uso das drogas. Isto contribui? Sim! Mas, torna quem não fez assim o máximo culpado?

A peça publicitária insiste na ideia de transferi para as famílias certas responsabilidades. Ou seja, para os pais que NUNCA CONVERSARAM com seus filhos sobre o crack, você é culpado de a situação está caótica e epidêmica. Afinal, se você tivesse dado conselhos para seu filho, a situação não estaria assim! É jogado para nós, pais, mães e familiares a mensagem: É POSSÍVEL VENCER! A semelhança dos problemas na educação, em que se transferem para nós, os problemas da falta de estrutura moral, ética, regimental, capacitação de RH, esvaziamento do poder dos professores com a educação e orientação moral para com os alunos,… Etc. Voltam e dizem nas reuniões de pais e mestres: os pais são culpados. Já critiquei isto também.

A frase “É possível Vencer”, é destas jogadas de marketing que tentam difundir e dividir as responsabilidades. É destas frases positivas. É como dizer: tem como você vencer. Por outro lado admite, também: “Crack, foi impossível combater”. “Crack, tá complicado deter”. “Crack, nós fracassamos em impedir”… Ou quaisquer assemelhados. Porém, não me agrada ter que dividir com o governo, entidades e instituições esta culpa. Por isto, já conversei com meus filhos. Não só sobre o crack. Também sobre maconha, álcool, tabaco… etc. Mas, a frase aponta para algo e é isto: Você não aconselhou. Eu não combati. Você não orientou. Eu não sei como evitar que espalhem. Você largou seu filho por ai sem proteção. Eu não tenho como protegê-lo. … Agora do mal acontecido é melhor dizer de forma positiva: É POSSÍVEL VENCER!

Aqui abaixo, listo o material do site do Governo em que se encontra vasto material sobe o Crack e também orientações a pais, professores, ONGs, entidades, etc. Nos links abaixo “você encontra materiais de apoio construídos com base em conhecimentos científicos atualizados, que podem subsidiar iniciativas voltadas à prevenção e a recuperação de usuários de crack e outras drogas.”.

O material é amplo. Use a vontade!

Ficha limpa? Deveriam está indiganados com Dilma e os seus nomeados.

Esta semana foi de muito trabalho, cansaço, dores, alegrias e também de reflexões politicas, espirituais e de outros interesses e momentos. Baseado nas conversas desta semana, resolvi escrever este texto sobre a situação política do nosso país. Óbvio, o Brasil.

Em todos os canais de TV nos principais meios de comunicação, se viu, leu e ouviu sobre o desempenho do governo Dilma, e a repercussão de que a nova Classe Média tem reclamado do atendimento que recebe, ou melhor, que anda recebendo da saúde. Então, está definido que o governo deve voltar suas atenções a este tema. Já critiquei aqui no blog, e já demonstrei a situação em que a presidente admite: O problema da saúde e de várias áreas não é falta de recursos, e sim incapacidade técnica na gestão dos recursos. É claro e evidente a incompetência gerencial dos eleitos e dos escolhidos para ocuparem cargos e exercerem atividades de comando nos ministérios e nos órgãos públicos.

Pois bem, vamos adiante com mais uma coletânea de noticias que DEVERIAM ensinar o povo brasileiro, o eleitor a saber escolher seus candidatos. Afinal de contas, se você votou em Dilma, e ela nomeou um incompetente para uma pasta, é inevitável que você é, por tabela, culpado da má gestão destes recursos.

Onde é que tem má gestão Adão Braga? Veja abaixo as noticias veiculadas na internet:

  • Após denúncia, Negromonte demite chefe de gabinete; “O chefe de gabinete Cássio Peixoto foi afastado dois dias depois que foi revelada a sua participação em negociações com um empresário e um lobista interessados num projeto de informática que seria tocado pela pasta.”
  • Denuncias de irregularidades no DNOCS; “Segundo relatório da Controladoria-Geral da União (CGU), as irregularidades causaram um prejuízo de R$ 312 milhões ao Dnocs. Até o momento, apenas Albert Brasil Gradvohl, diretor administrativo do órgão, foi exonerado.”

Só dois exemplos são suficientes.

E, meu sogro, penso está com a verdade neste ponto. Segundo ele, estas pessoas que entram nestes cargos, entram com a missão de fazer isto mesmo: desviar. É demitido, recebe um tapinha nas costas, e a frase: É uma pessoa honesta, que fez um ótimo trabalho. Nós confiamos nele, e isto é suficiente. Neste momento entra outro para exercer e fazer o mesmo  trabalho. É como a tática de um time de futebol em que cada marcador faz uma falta para desviar a atenção do árbitro.

E nós brasileiros, quando nos vemos nesta situação esperávamos que a justiça, e aqueles que estão nos postos de vigilância das leis, da nossa constituição, e exigir o cumprimento… e no entanto, temos que ler e acompanhar também, na justiça situação, ao menos semelhante:

  • CNJ reservou verba para empresa antes de licitação: “Documento elaborado sobre a licitação milionária e suspeita promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que será apresentando hoje, na primeira sessão do ano, mostra que o órgão havia reservado e direcionado dinheiro para pagar uma empresa que nem sequer havia vencido oficialmente a licitação.”

Diante desta situação em que se encontra nosso povo, é de se perguntar pelo futuro da nação! O que acontecerá adiante? O que será das gerações futuras? Afinal, não é animador ver esta situação perpetuar nestes anos todos. O pior de tudo isto é ver, é constatar, que a maioria deles ficam impunes, e vivem nababescamente a custas destes desvios e falcatruas.

Enquanto isto, ficam milhares de brasileiros nas redes sociais insistindo e divulgando o que seria uma absurdo: a eleição de ficha sujas. Mas, e se, e no entanto, elegem pessoas como a Dilma, que foi indicada por Lula, que veio do meio que veio, e passou estes anos todos envolvidos nestas maracutaias, nestes cambalachos, nestas tramóias todas, como se fosse ele revestido de algum material anti-aderente. É inegável que a maioria dos que ele nomeou em seu governo, e muitos que ficaram no governo de Dilma, caíram de igual forma e maneira: irregularidade na administração, envolvimento e descumprimento das regras de condutas dos servidores públicos nomeados e indicados. É asqueroso esta situação. A impressão deixada é que todos são mesmo do mesmo saco. E eu não duvido!

A Boa noticia!

Tudo parece a nos levar a um beco sem saída. Mas, a saída está ai também exposta. Vejamos e acreditemos que se há denuncias e há estas apresentações de fatos, de descobertas diversas destas má administrações, isto aponta para os outros brasileiros que estão trabalhando e insistindo na mudança de conduta e na conduta moral e ética destes outros destrambelhados e como disse Lula: aloprados.

Se de um lado, a impressão que se tem é que o Brasil é administrado por pessoas de caráter duvidosos e conceitos morais baixos, com baixos valores éticos, e que só querem aproveitar o momento que está no poder para se locupletar, é verdade também que existem muitos outros trabalhando para evitar que estes fiquem impunes e que consigam êxito nestas atividades.

A má noticia!

Uma ideia não me sai da mente: como estes ai que estão no poder conhecem pessoas do mesmo nível, hein? Sai um. Entra outro, e, comportam-se de maneira semelhante e até parecem ensaiados. Será que são ensinados a fazerem assim, ou, eles são assim mesmo?

É muita coincidência!

O resultado

O resultado desta situação é que todos somos penalizados. Não tem como negar que a ineficiência na administração pública atinge a todos. É visivel que este quadro atual do governo do PT/PMDB, e DILMA/LULA-Temer, é maléfico para nós todos, apesar de a maioria não perceber isto.

O Brasil é listado entre os piores países em que, através da administração pública, o retorno do imposto não vem. Afinal, eles estão muito ocupados em desviar os recursos. Como poderão fazer as duas coisas ao mesmo tempo? Noticia aqui: Em Ranking de 30… o Brasil é o pior.

E o povo? Ah! O povo fica ai maravilhado com a presidente que está DEMITINDO os que ela nomeou, e ou os que herdou do Lula, e acha isto uma maravilha. Que ela está fazendo uma limpeza. Que ela está resolvendo a situação. Que ela é mulher e não tolera coisas erradas. Mas, ela foi quem nomeou ou aceitou a indicação destes ai? Não conta não? Não entra na lista dela estas nomeações ou ter aceitado indicações de  tais pessoas?

– Ah! Não! Ela pegou ai do jeito que tá!  E que vem sendo assim desde o descobrimento do Brasil!

Só sendo estúpido para repetir isto viu?

E finalizo assim:

  • A saúde tem, desde antes de Lula recebido bilhões de investimento.
  • A educação tem recebido montanhas de bilhões de investimentos, inclusive tem aumentado os salários dos professores.
  • A segurança tem recebido outros tantos bilhões de dinheiro.
  • A infra-estrutura está também recebendo carradas de bilhões.

E no entanto, o país, está na situação que se encontra. Por que nosso pais não tem melhorado com a aplicação e transferência de tantos recursos para todas estas áreas prioritárias? Ai, entra a frase do homem da receita federal:

A qualidade do gasto no Brasil é muito ruim, é medíocre, porque grande parte dos recursos é mal alocada, desperdiçada e outra parte é desviada” – Gasto Público no Brasil é Ruim.

Qual classe social você pertence?

Nas minhas leituras de hoje encontrei um quiz em que a resposta, segundo o modelo apresentado, aponta a que classe social eu pertenço. Para mim, o teste seria inútil, uma vez que meu amigo Dezin, já faz algum tempo diz-me a que classe eu pertenço baseado no que temos, no que fazemos, nos ambientes que andamos, na maneira como vivemos, percepção politica, grau de conhecimento e envolvimento social… etc.

Para iniciar o teste que mede e aponta qual a classe social que você e sua família pertencem, é solicitado a sua opinião sobre a sua consideração: a que classe social você pensa que pertence?

Pois bem! Eu apontei que pertenço a Classe Média Baixa, e apontei as opções; me veio a resposta de que eu pertenço, à classe Média Intermediária.

image

Segundo o governo, o que faz com os brasileiros mudem de classe social são as bolsas doadas pelo governo, pelas igrejas, pelas ONGs, e pelos políticos. Na minha situação, o que me fez ascender de classe social foram nesta sequência: educação, profissão, trabalho.

Um serviço, apenas 1 serviço que faço em uma hora, me proporciona o valor de 1 bolsa mensal que o governo oferece. Então, ter profissão, saber um oficio, ter e oferecer à comunidade onde você vive serviços, é garantia mais do que suficiente para se ter condições de ascender de uma classe social para outra.

Hoje, estou na classe dos de Curso Superior Incompleto. Mas, até o julho de 2013 subirei um degrau em minha vida profissional: serei um tecnólogo certificado pelo Instituto Federal de Ciências e Tecnologia. Isto me garantirá condições de competir num classe acima do que atualmente compito: nível médio, uma vez, que não posso competir com os de níveis superior, e por faltar-me um papel que diga que sou habilitado tecnicamente.

Educação, profissão e trabalho: isto provoca e permite ascensão social. Eu estudei para evitar permanecer na classe social de meus pais. E, ascendi por ter estudado, por não ter permanecido na profissão de seu Raulindo. Condições de haver esta ascensão há. Basta ver a quantidade de portas, janelas e outras brechas que existem. Tudo dentro das normas, dos preceitos, conceitos e meios.

Link do teste: Qual classe social você pertence!

 

O contato de MSN de meu irmão foi sequestrado!

Hoje recebi um chamado de meu irmãozão Deá! Raramente ele está online. No entanto hoje, ele também não estava. Mas, como foi que bati um papo com ele? Ai é que entra o conhecimento das redes zumbis e dos roubos de perfis sociais. Primeiro que Deá não lê, nem escreve em língua estrangeira. Pelo contrário até! Mal escreve bem em língua nativa. Veja abaixo o dialogo gravado! Primeiro veio o cantato: Hi! Eu respondi: Hi! também. E então segue o papo abaixo.

O papo é o de sempre. Escolhi seu nome aleatoriamente. Meu nome é Jenny. Diz que está só. Que está solitária. O pior é saber que existem pessoas que caem neste tipo de golpe. O contato não é de Jenny. Este contato pertencia a meu irmão Deá. Já não pertence mais, neste instante. Mas, o robot entra em contato comigo usando a conta masculina, passando-se como sendo feminina. Quando coincide ser … ai o golpe está completo.

[lomadeewpro category=’3673′ keywords=’frigobar, bastemp, consul, mercado’]

Desconfie dos contatos. Se bem, que milhares estão hoje usando Facebook e twiiter. E você pode também trocar sua senha do serviço com mais frequencia para evitar tais situações.

Como altero minha senha do MSN?

Para alterar a senha do Windows Live ID

  1. Vá para a sua conta Windows Live e entre com o seu Windows Live ID.
  2. Em Dados da conta, clique em Alterar ao lado de Senha.
  3. Insira a sua senha antiga, depois insira uma nova senha e confirme-a. Use o medidor de segurança de senha para garantir que a sua nova senha seja forte e mais difícil de ser descoberta por outras pessoas.
  4. Considere marcar a caixa de seleção para fazer a sua senha expirar a cada 72 dias. Alterar a sua senha com frequência ajuda a manter suas informações pessoais protegidas.
  5. Clique em Salvar.

 

Se você percebe que o contato de algum amigo ou parente está sendo usado de forma ilegal ou desta maneira aqui apresentada, faça duas coisas: 1) – avise a pessoa; 2 ) exclua ou bloqueie este contato!

Eu e o senador Cristovam Buarque!

As vezes penso que sou destas pessoas azaradas de que quando chega a minha vez, acabam as ofertas. Ou termina o evento. A bola fura. “Não vamos mais fazer isto.”. Acabou a promoção. Terminou às 14:00 horas… etc.  Pois bem! Faz alguns anos que ouço elogios ao Senador Cristovam Buarque: @Sen_Cristovam.

Eu o sigo no twitter. Além dele, vários outros políticos. Sem classificação ideológica ou partidária. Não recuso os pedidos de follow. As vezes, se você publicar 10 twitter seguidos de assuntos diferentes, e só ficar seus twitters na minha timeline… eu deixo de seguir você.

Bem! Voltando ao senador.

Nas últimas três vezes que estive no twitter e o senador publicou algo, pelo menos em duas eu discordei. Ele pode ter ideias brilhantes. Pode defender projetos vantajosos para o país. Pode ser responsável por milhares de vidas transformadas. O que tem contado ultimamente entre eu e ele, são ideias como estas abaixo.

image

A frase está fora do contexto. E mesmo dentro do contexto, eu discordo do Senador, pois, o contrário da frase é uma estupidez. Antes de afirmar isto, ele havia escrito o seguinte: “Não acho Estado competente, mas a ausência dele está destruindo o próprio capitalismo.”

Apesar de uma ou duas opções de interpretação diferente, o contrário da frase afirma que é permitido ao Estado ser ineficiente e corrupto, desde que esteja presente. E isto, também é inaceitável. Não é aceitável a ineficiência estatual. Não é aceitável a corrupção, muito menos a ausência. Por outro lado, reafirmo, a presença ineficiente e corrupta pouco muda a situação.

Então Senador… mais uma fora!