Coisas estranhas no Bolsa família de Irecê?

Se você clicar aqui: Dilma vai a Irecê, e vai anunciar aumento no Bolsa Família, vai encontrar diversos link comentando esta noticia. Em textos anteriores critico o combate a miséria. E também em textos anteriores comento que se fizerem um pente fino na lista das famílias atendidas, não haveriam tantas famílias cadastradas. Pois bem, agora vou apontar algumas coisas estranhas na lista de famílias atendidas pelo Programa de Bolsa Família, e que neste mês de fevereiro consta na lista de benefícios liberado. Em Irecê o número de famílias atendida ultrapassa seis mil.

Antes, apresento o que vai no Decreto 6135 de 2007 que diz o seguinte no 6º artigo, item III o seguinte:

III – o cadastramento de cada família será vinculado a seu domicílio e a um responsável pela unidade familiar, maior de dezesseis anos, preferencialmente mulher;

Andei consultando umas amigas que trabalharam no cadastramento do Bolsa Família em Irecê, e elas me confirmaram que na listagem do Bolsa Família primeiro o nome da mãe, casos raros, o nome do pai, mas, há muitas avós que sustentam  a netaiada também. Algumas afirmativas do texto parto do pressuposto de que os dados se referem às mães, uma vez, que não se tem como distinguir na lista, o grau de parentesco, nem é apontado: mãe, avó, tia, prima, etc.

Abaixo coisas estranhas na listagem das famílias em Irecê.

Coisa estranha 1? – Tem na lista do Bolsa Família, e faz muito tempo, o nome desta senhora:

10/03/1977   CARLENE DOMINGAS MAIA  – LIBERADO         
   16/01/1999   LUCAS MAIA DOS SANTOS – LIBERADO      
   16/02/1999   LUCAS MAIA DOS SANTOS – LIBERADO

Como é que pode existir tal façanha? Como é que a senhora Carlene conseguiu dar a luz dois filhos com apenas um mês de diferença? E, porque tem o mesmo nome?  O que diz o decreto sobre? Isto aqui:

Art. 3o Os dados e as informações coletados serão processados na base nacional do CadÚnico, de forma a garantir:
I – a unicidade das informações cadastrais;

Coisa estranha 2? – Tem uma senhora listado no Bolsa Família assim:

24/12/1911   LINDAURA DE ABREU SILVA – LIBERADO

Isto mesmo, de 1911. Na próxima véspera de natal, se viva, ela terá um século! E porque esta senhora está na lista de beneficiários do Bolsa Família? Tenho a certeza pelo que informa o site do MDS, que esta senhora não cumpre as CONDICIONALIDADES para receber o bolsa família. Aqui as condicionalidades do Bolsa Família é só ler, PORÉM, pelo site da caixa, há outros critérios lá expressos.

Coisa estranha 3 ? –  Se a medicina pensa e divulga que gravidez a partir de certa idade deva ser evitada, devem vir para Irecê o mais rápido possível. Aqui, nós temos verdadeiros casos inusitados para o estudo cientifico.  Vejam a lista abaixo:

Mãe aos 58, 59, 60 e 61 anos – Merece uma cor especial, o azul que representa a profundidade. Uma certa senhora nascida em dois de setembro de 1938 – seguindo a lógica de que temos o nome da mãe e abaixo o nome dos filhos – teve seu primeiro rebento aos 58 anos. E depois de 1 ano, 1 semana e 4 dias depois teve seu segundo filho. Em 1996 aos 59 anos o segundo. Em 1998 aos 60 anos o terceiro, e aos 61 anos o quarto filho. Eis abaixo:

02/09/1938   ADELCINA MARIA PEREIRA DA SILVA – LIBERADO         
   09/09/1995   GRACE KELLY COSTA DA SILVA – LIBERADO      
   20/09/1996   JADSON COSTA DA SILVA – LIBERADO      
   28/03/1998   JEANE COSTA DA SILVA – LIBERADO      
   27/07/1999   GABRIELA COSTA DA SILVA – LIBERADO

O que há de espetacular ai? A menos que ela seja a avó, o que é uma possibilidade, mas não sendo, há três alternativas: é um caso curioso para a medicina, e ou é uma fraude ou erro de digitação e ela teve o primeiro filho aos 12, depois 13, 14 e 15 anos, que também não deixa de ser extraordinário.

Se o cadastro no sistema é das mães com crianças na idade escolar, como é que se explica esta senhora ter dado a luz aos 72 anos e depois aos 76?  Você ficou impressionado?  Então se maravilhe em saber disto aqui:

02/05/1924 JOSEFA TAVARES DE SOUZA – LIBERADO
25/04/1996 IURE TAVARES DE SOUZA – LIBERADO
02/07/2000 CAMILA DE SOUZA PEREIRA – LIBERADO

Mesmo se ocorreu erro de digitação, o ano ser 1942, ela teve os filhos aos 54 e 58 anos de idade.

09/01/1922   VALMIRA PEREIRA DA SILVA – LIBERADO         
   03/09/1996   ANA CRISTINA DA SILVA SOUZA – LIBERADO      
   18/07/1997   RICARDO DE ALMEIDA SANTOS – LIBERADO2

Aqui não tem como argumentar que há erro de digitação. Resta saber se o cadastro aceita as avós. Tenho, aqui, na frente de minha casa, uma senhora que não pode receber Bolsa Família, e ela cria na sua casa, três netos. Sendo que dois deles recebem e ela não pode receber o beneficio pelos netos, nem cadastrar como responsável pelos mesmos.

Coisa estranha 4? –  Talvez não! Isto é fabuloso, fantástico e normal. Um senhor pai aos 70, 73 e aos 80.

27/07/1927   JOAO ANTONIO SEBASTIAO  – LIBERADO         
   15/03/1997   EMERSON MACIEL – LIBERADO      
   28/11/2000   HERBERT MACIEL SENA PEREIRA – LIBERADO      
   08/01/2006   KERIESE MACIEL SENA PEREIRA – LIBERADO

Como isto não foi noticia no principais jornais? É porque isto é normal gente! Não se espantem. Nós homens conseguimos ser pais até um dia antes de morrer!  Na década de 1930, na listagem do bolsa família de Irecê tem datas de nascimento das mães, (será avós?) entre estas duas datas:

18/02/1931   IDALIA NUNES DA GAMA – LIBERADO         
   08/03/1996   VINICIUS SOUZA GAMA ROCHA – LIBERADO      
   03/06/2002   YASMIN GAMA DE OLIVEIRA – LIBERADO      

[… tem várias outras mulheres nesta década!]

14/01/1939   MARIA SOARES DO NASCIMENTO – LIBERADO         
   02/05/2003   TASSIA GABRIELLE COSTA OLIVEIRA – Liberado

Não sabia que nossa população fosse tão… como posso dizer, quinta idade? envelhecida? Matriarcal? Por outro lado, é um espanto, se esta listagem tem o nome da mãe e não das avós como responsáveis e matriarcas. Para entender: se estas senhoras listadas no Bolsa Famílias são mães, trata-se de fraudes. Se são avós, temos uma outra realidade nacional, as avós estão sendo responsáveis pelas famílias ao menos aqui em Irecê.

Erro de Digitação?

 

Estes casos abaixo, são mais bizarros. Se não se tratar de erro de digitação, é claro que é fraude! E, a listagem não é de Irecê, mas sim de Salvador:

30/01/1892   ADMILSON DE JESUS PENHA – LIBERADO         
   14/01/2000   GLEISON SOARES DE JESUS

30/05/1894 SUELI SOUZA DOS SANTOS – LIBERADO
11/09/2004 DEIVISSON SOUZA DOS SANTOS – LIBERADO

A data pode ter sido digitada errada! Reconheço. O senhor Admilson pode ser de 30 de janeiro de 1982 e não de 1892. Bem como Sueli pode ser de 30/05/1984, e não 1894.  Isto prova algo? Sim, claro que sim. O software de cadastramento não tem um algoritmo de conferência de datas. Não tem margem de data. Não tem controle do que é digitado no campo data. E não se faz conferência das informações, e claro, se passarem um filtro para eliminar por data, estes todos que estão listados serão eliminados.

Está sendo feito um recadastramento das famílias do Bolsa Família, porém, este recadastramento só atingirá 1,3 milhões de famílias. Não atende a necessidade de expurgar os erros de digitação, as fraudes, as falsas inclusões, as manipulações do cadastramento, remoção dos vícios, entre outros.

A presidente Dilma que, amanhã vai noticiar aumento dos recurso do Bolsa Família, e vem fazer aqui, seu ato de assoprar na mordida que deu, deveria fazer uma filtragem de irregularidades existente no sistema, corrigir os vícios e talvez, só com a economia, incluir milhares de famílias necessitadas!

A presidente Dilma movimenta o céu, o comércio, e outros setores em Irecê.

Faltam poucas horas para que Dilma chegue em Irecê. A cidade de Irecê neste dia histórico, neste pré dia de visita da presidente, está sendo revitalizada. No entorno de onde ela estará amanhã, logo ali, a uns 800 metros de onde moro, está ocorrendo a maior maratona de pré-evento que esta cidade já viu. Há por todos os lados trabalhadores municipais, estaduais e contratados, e também terceirizados para que o lugar por onde Dilma passará esteja bonito, urbanizado, bem cuidado.

Sendo assim, nós outros pedimos encarecidamente a presidente Dilma para que além de vir amanhã, volte pelo menos umas cinco ou mais vezes aqui na cidade, e fica a nossa sugestão de que a próxima visita, se marque o local de sua visitação noutra parte da cidade para que a mesma receba o tratamento que agora a região SUL de Irecê está tendo.

Carros oficiais das mais longínquas prefeituras se encontram por aqui. Repórteres. Equipes de televisão. Jornais. Blogueiros.

Irecê acordou com o movimento sobre as cabeças. Dois helicópteros estão sobrevoando a cidade e foi a manhã toda de hoje. A “presidenta”, como a maioria que falam dela em rádios e na cidade, só chegará amanhã. Já anunciaram que o avião presidencial pousará no aeroporto de Lençóis, uma vez que o aeroporto de Irecê não tem capacidade, nem extensão suficiente para o pouso da nave presidencial.

No entorno do prédio onde a presidente estará amanhã está recebendo, agora, nesta tarde de segunda-feira algo que a população pede a muito tempo e nunca tinha sido atendidos: ruas estão sendo pavimentadas, iluminação está sendo providenciada, empresas particulares montando palcos, COELBA providenciando iluminação e carga para atender a demanda emergencial, os ônibus da cidadania já estão posicionados de forma a bloquear o trânsito.

Este é o efeito Dilma. Só por ter anunciado sua vinda, o mercado publicitários se aqueceu. O que se vê nas ruas de faixas de agradecimentos, outdoor, noticias nas rádios locais. E também, a massificação da imagem e do nome de Dilma.

Na rádio líder FM, hoje, no jornal do Meio Dia uma das pessoas envolvidas no evento foi lá e fez o seguinte apelo: – Todas as pessoas atendidas pelo bolsa-família tem que estar lá amanhã para receber a nossa “presidenta”!

O Celso Cambuí, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Promoção da Igualdade do município também foi à rádio Líder FM fazer e aumentar as loas à “presidenta”. Na outra rádio, o mais petista de todos os radialistas, o mais puxa-saco de todos os jornalistas da região, o Ray Cruz fez entrevista com o homem nomeado por JW para acabar com a miséria na Bahia. Na minha opinião, eles levaram a palavra acabar com a miséria, no sentido de extirpar a miséria, extinguir, matar, destruir e não apenas dar fim, fazer com que a miséria deixe de existir nas condições das famílias.

Ray Cruz fez uma entrevista eivada de politica petista e de frases alienantes tais como: “com as políticas públicas implantadas pelo presidente Lula, e continuada pela presidenta Dilma, que colocou como prioridade acabar com a miséria do Brasil e da Bahia” – Não ipses literes. Ele começou a entrevista afirmando que na Internet está noticiado: Dilma vai a Irecê aumentar o bolsa esmola. Pura falácia. Não me será estranho, se não é o próprio PT quem está dizendo, que os outros estão dizendo isto. Ou seja, eles estão já espalhando a noticia, de que outros estão afirmando isto. É mesmo típico deles.

Já estão espalhando por ai, que Dilma, veio aqui para amenizar o sofrimento do corte de 50 bilhões com o aumento do bolsa família. Só sendo idiota para acreditar e espalhar tais mentiras. Se fosse boa coisa, não faria o corte, e aumentaria os repasses.

Qual o melhor conversor de vídeo?

Esta semana um jovem me procurou para que fosse instalado em seu computador alguns softwares. Ele quis saber se eu conhecia e se eu tinha software que ele pudesse editar imagens, editar vídeos, editar vídeos e mixar. Ele já tinha instalado no computador dele os seguintes programas:

– Sound Forge 8.0, Photoshop CS5, Corel Draw CS4, Escala 6, ConvertXDVD. Todos funcionando, instalados e craqueados. E mesmo assim, ele queria mais alguns outros software, mas, não aceitou nenhum dos software que lhe indiquei, e a razão dele para rejeitar os ditos software era que, se é grátis, não prestam. Se é livre, sem pagamento, sem ter um cracker para burlar, era o mesmo que dizer que não prestava. Pois bem, eis abaixo os softwares que eles recusou, e que eu recomendo para todos.

framevideo

Converter Vídeo facilmente com o Freemake Convert Video. Este software é útil para você converter os seguintes formatos de vídeos: AVI, MP4, WMV, MKV, SWF, 3GP, MPEG, DVD, Blu-ray, MP3, iPod, iPhone, iPad, PSP, PS3, Android, YouTube,  e o produtor diz que você pode fazer muito mais com este Free Video Converter e de fato o faz, eu o uso!

Deste mesmo produtor de software, e é distribuído gratuitamente, tem o Free Video Downloader. Com este software você faz  Download de vídeo free dos seguintes serviços:  YouTube, Hulu, Facebook, MTV, Vevo, ComedyCentral, Vimeo, Dailymotion, Megavideo, Metacafe, Break, e de mais outros 40 tipos de sites relacionados a vídeos.

Como comentou Leandro no Facebook, a pirataria não é uma questão de que se pirateia por que é caro, é uma cultura piratear, mesmo quando existem produtos baratos, e até mesmo com estes dois softwares que são gratuitos, se prefere usar outros similares, que necessitam ser burlados, hackeado, keygeniados, craqueados.

O melhor conversor de vídeo é o que funciona bem para sua necessidade, e este é um que tem me servido dentro do que é exigido, e vai além, não necessita ser burlado!

Quanto o Flamengo pagou para mudar a posição da CBF?

Numa semana o noticiário geral esportivo ou apenas meio de comunicação noticiosa, teve como objeto o fato de o São Paulo Futebol Clube receber a taça das bolinhas, é só clicar e saber a história completa: A história da Taça de Bolinhas.

Clique no link para ir na origem da imagem!

Não é de agora a briga pela referida taça. Durante décadas a CBF recusou-se a reconhecer o Flamengo como o campeão de 1987 e isto, o não reconhecimento da entidade, impedia o Flamengo de ser o primeiro penta campeão do campeonato brasileiro, e por conseguinte, ter direito á taça.

O São Paulo, que não tinha nada com a briga do Flamengo com a CBF, ou tinha e tem, não se sabe, foi lá e conseguiu pegar a taça das bolinha e levou para seu domínio. O porém é que uma semana depois, a CBF reconhece o Flamengo como campeão de 1987, e então, isto muda tudo, pois, assim, quem se torna pentacampeão é o Flamengo e passa a ter direito à taça.

Eu, pergunto o seguinte:

– O que impedia a CBF de reconhecer o Flamengo como campeão de 1987?

– O que a CBF exigiu em troca para reconhecer o que recusava a fazer?

– O impedimento foi superado, esquecido, ignorado, comprado, leiloado, o que o Flamengo ofereceu desta vez para que a CBF mudasse de opinião?

– Será que não foi o Flamengo quem tenha oferecido mais, mas, sim o SP quem não ofereceu mais? Afinal, o que se tem de denuncia de corrupção na entidade (CBF), não é pouca não!

Agora será outra briga! E a briga será travada por São Paulo, Flamengo e Sport, o que era antes o campeão brasileiro de 1987, e agora terá que dividir com o Flamengo! Eu desconfio deste reconhecimento 18 anos depois, sendo que mais de uma vez, a entidade, na pessoa de seu representante máximo dava como certo o contrário do que agora se admite. Para mim, isto é suspeito e alimenta as mentes conspitadoras.

A CBF é um assombro quando o assunto é organização. Aliás, será que, não tem como reconhecer os títulos dos times de meninos com camisa oficial dos clubes, como sendo títulos dos clubes?

Desde já, aviso, que quando criança, fui campeão de futebol de campo, no colégio Polivalente em 1982. Usávamos a camisa do Vasco da Gama;  será que a CBF reconhecerá como título válido para o Vasco?

O comportamento do partido, não é diferente do comportamento do eleitor

Em cada campanha politica presidência, pelo menos duas ou três pessoas saem de minha lista de amigos virtuais ou reais. Não me importo. Não sou desleal nos argumentos. Não uso de calúnia, difamação, não as injurio e ou combato as pessoas, não as xingo, não as desmoralizo, não ataco suas famílias, apenas, alguns não suportam os argumentos, a verdade, a ideia em si, as perguntas que não sabem e não tem como responder a não ser favorável a minha opinião. Pois bem! Adiante Adão Braga, ao principal!

Desde a campanha de 2006 que tenho dito a pessoas próximas que há uma polarização, uma convergência nacional na política em querer comparar o que existe no território nacional com o o que existe no Estado de São Paulo. É mesmo coisa de se perguntar o porque de tais comparativos.

Nesta última campanha (Serra X Dilma), a então candidata do PT sempre fazia comparações Brasil/Lula;São Paulo/Serra. E vai mais! Eles queriam e diziam assim: Olhem o PT governando o Brasil como é que tá, e comparem como São Paulo governado pelo PSDB! – Colocando desta maneira para não deixar dúvidas que a comparação é de pessoas e de partido.

Para tanto, compare, por exemplo, os índices e a situação da educação em São Paulo com a média nacional. Claro, São Paulo, tem melhores índices do que o melhor índice nacional. Mas, estes índices ai de SP ajudam e melhoram, exatamente a média nacional. E não o contrário. Mas, isto não conta, e se contar é porque foi o governo federal que fez isto e melhorou! Mas, então, porque não se fez o mesmo na Bahia?

Outro ponto interessante e muito criticado em SP, é o índice de criminalidade. Se pode encontrar pela internet gente dizendo que os baixos índices alcançado pelo Estado são frutos do desarmamento, e também, fruto da riqueza que o Estado de São Paulo produz, fruto da ação do governo Federal em combater o tráfico, o contrabando… nunca está relacionado com ações do governo do Estado, da ação da policia do Estado, da SSP-SP, Nunca!

Curiosamente, a riqueza que o Nordeste agora está tendo, é o mesmo elemento provocador da violência. Como é que a riqueza lá no sudeste contribui para diminuir a violência, e a mesma riqueza aqui, é o que contribui com o aumento? Eis aqui o comentário: “As regiões aumentaram sua riqueza, mas também viram crescer os assaltos, roubos a carros, tráfico de drogas e acidentes de moto. “ – Mapa da Violência 2011 – Isto é causa e efeito!

O que o Governo Federal fez no sudeste e em SP governado pelos tucanos que ajudou a diminuir tanto a violência, e é incapaz de reproduzir na Bahia, em Salva.dor, para obter resultados semelhantes? Veja aqui o Mapa da violência 2011

Pois, bem! Alguns ex-amigos, por causa de opinião politica, deixaram de conversar comigo, de me enviar e-mail, de comentar no blog, de ligar no celular, no telefone fixo, ou seja, afastaram do convívio com Adão Braga, porque critico o PT e os chamo de alguns nomes inapropriado para o texto. Eis um exemplo deste partido que diz ser dos trabalhadores:

Todos vocês sabem que Dilma, e os partidos aliados, impuseram nas duas casas, o salário mínimo de R$ 545,00 para os trabalhadores no Brasil, dizendo e argumentando que foi necessário um aumento menor, para garantir a estabilidade econômica… etc., mas, o mesmo PT, só que atuando em São Paulo querem que o salário estadual seja de R$ 830,00. É mentira? Não está aqui a noticia: O PT propõe emenda que eleva piso salarial em SP para até R$ 830;

Para ser honesto com o que defendem, se era mesmo verdade que R$ 545,00 era o melhor salário para todos os brasileiros, porque eles não entraram em campanha em São Paulo para que este fosse aplicado lá também, para que, as contas do Estado ficassem aliviadas? Pois bem meus ex-amigos, eu vos entendo. Sei porque o afastamento! É tão somente porque vocês são de fato como eles, não suportam ser reconhecidos e desmascarados nos argumentos e nas táticas.

A vocês, ex-amigos por causa de opinião politica, estas palavra:

“Vocês se merecem, se conhecem, convivem! Um, só existe em função do outro, e o comportamento do partido, não é diferente do comportamento do eleitor, do apoiador, de quem o elege, de quem o apoia, quem o financia!”

– Pronto está escrito!

O Brasil é um país de miseráveis por querer ser?

Qual é mesmo a extensão total, numerados, em percentuais, em quantidade de miseráveis que vivem, que existem no Brasil? Todos os anos, ao longo dos últimos anos temos acesso a relatórios sobre a miséria no Brasil. E, faz algum tempo, que insisto em dizer que, desde que Michael Jackson idealizou, planejou e executou o We Are the World, que o mundo envia dinheiro, donativos, remédios, bens de consumos para os países miseráveis, no entanto, ao invés do número de miseráveis diminuir, faz é aumentar. Há algo errado ai!

Aqui no Brasil, o índice de miseráveis é enorme, e parece-me que cresce na mesma quantidade de ações do governo em querer acaba-lós, apesar de os gráficos e os números apresentados pelo governo, e por entidades ligadas a tais ações, e pesquisas apontarem para a diminuição.

menos-miseria

O Gráfico acima aponta a queda no número de miseráveis, que no Brasil, nos 18 anos representado no gráfico, só veio caindo ano-a-ano desde o ano de 1990. Este gráfico é parte integrante do 4° Relatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio que aponta para a queda da pobreza extrema de 12% em 2003 para 4,8% em 2008, e que era de 25,6% em 1990, ou seja, no período anterior a 2003, caiu 13,6%.

Neste mesmo relatório que faço citação no paragrafo anterior, eis a interpretação: “De 1990 a 2008, enquanto a população brasileira cresceu de 141,6 para 186,9 milhões, a população extremamente pobre decresceu de 36,2 para 8,9 milhões de pessoas” – Não é só uma percepção minha, é também uma constatação oficial.  E é isto que não me sai da cabeça. Se os números, se os dados, se os gráficos apontam esta queda, porque motivo, o governo deve ampliar o repasse dos recursos? Porque o número dos beneficiários das bolsas só aumentam e nunca diminuem.

O pobre e o extremamente pobre.

O índice atual para medir, ou melhor, para definir, ter uma linha divisória entre aquele que é pobre e aquele que é extremamente pobre sofreu mudanças em dois anos relatado no gráfico, a saber, em 1993 era adotado um certo número, e em, ou talvez, a partir de 2005 foi modificado para outro número. De forma, que em 1993 alguém que ganhava 1 dólar por dia, era extremamente pobre, e depois de 2005 o extremamente pobre é aquele que passa o dia com 1 dólar e 25 centavos, o que se convencionou no Brasil o valor de R$ 2,30 (dois reais e trinta centavos)

Pois bem, adiante! Neste relatório tem a seguinte afirmação: “O crescimento econômico
acelerado a partir de 2003 foi o principal fator para que o Brasil alcançasse a meta nacional de redução da pobreza.” Isto não é verdade. Para tal, basta ler os gráficos que o próprio relatório apresenta, e verá, que desde 1990, o que se percebe é que na média, a pobreza veio caindo a taxa média de 5,91875, incluindo nesta média os anos de 1991, 1994 e 2000 que não apresentam os números.

Últimos governos.

Desde os anos iniciais do governo de FHC, perpassando pelos 8 anos de Lula e Dilma que o número, só de famílias cadastradas e atendidas pela bolsa família só aumenta. Sabe-se por ai pela internet, que FHC conseguiu cadastrar e atender mais de cinco milhões de família. O Lula que dizia-se, ser contrário as bolsas, e atacava o mecanismo dizendo que fazia com que as pessoas não quisesse trabalhar, ampliou, e somou aos 5 milhões, outros 7 milhões e tanto, e Dilma, já avisou que pretende ampliar os números de atendidos e aumentar os valores repassados em até 14 bilhões neste ano.

No mapa brasileiro do MDS, assim é o Brasil:

Mapa do Site do MDS

Pelas minhas observações, e pela quantidade de anos passados desde a primeira família cadastrada até a data de hoje, é obvio que aquelas crianças atendidas, nos dias de hoje, já devem estar com pouco mais de 23 anos de idade, o que posso deduzir é que o Bolsa Famílias já tem, filhos e agora netos sendo amparados.

  • É necessário o aumento de famílias amparadas pelas bolsas?
  • Porque o número de atendidos deve aumentar se os relatórios apontam para uma diminuição média nos últimos vinte anos?
  • Pode-se concluir pelos dados informados, que apesar da diminuição numérica existem tantos miseráveis?
  • Existe meios eficazes de acabar com a miséria?
  • As bolsas não estão, ao contrário do exposto, contribuído para que se permaneça na miséria, e quem tem saído, saem por outros motivos?

É pra frente que se vai! Mas, me é estranho saber que cada vez mais se ampliam os recursos para acabar com a miséria, a pobreza, mas, os números de repasses, de bolsas, o número de atendidos só aumenta. Muito já saíram de um estado e foram para o outro, Isto quer dizer o que mesmo? Que se deveria era diminuir o número de atendidos, e não aumentar!

Muitas famílias são miseráveis apenas, e tão somente para receberem os valores dos programas assistenciais do governo. São miseráveis por querer ser miseravel, para receber o auxilio. São porque querem ser. Nada mais do que isto!

No dia em que se fizer um peneira na lista do Bolsa Família, e eliminar as milhares de família que fraudam o sistema, possa então incluir outras milhares de famílias não atendidas pelo programa de transferência de renda. Não é necessário, penso eu, sem dados oficiais dos fraudadores, aumentar o número de 12 milhões para 18 milhões, mas, antes da ampliação, peneirar, encontrar as fraudes, eliminar e já se poderá abranger estes 4 milhões e pouco que estão na extrema pobreza, ou seja, a miséria ainda não foi extirpada, porque há pobres de valores que estão no lugar dos extremamente miseráveis! Uma pena!