Cuide bem do seu emprego!

Estava eu navegando e conhecendo aplicativos no Facebook e me deparei com umas perguntas. E, fui clicando, clicando… parei em um serviço que interage com os usuário do Facebook. Veio-me algumas perguntas se eu desejava conhecer pessoas. Todas de Irecê. Conheci algumas pessoas apresentadas.

Esta imagem abaixo me chamou a atenção. Eu posso dizer que conheço a pessoa. Sei que várias pessoas a conhece, mas, eu penso que nestes dias de ebulição geral, em todos os campos, aspectos e noutros sentidos, incluindo a justiça do trabalho, e ou, nestes dias em que se estuda meios de melhorar o código de conduta dos funcionários, deve-se tomar todos e espetaculares cuidados com a imagem da empresa, e também do órgão público, repartição, sessão, lugar em que você trabalha.

Para os chefões, os grandes, os que estão acostumados a práticar grandes delitos a justiça é lentissima, e é até mais fraca, porém, para nós outros na extremidade oposta, a justiça é rápida, eficiente, eficaz e sobretudo, muito mais forte do que nós.

servidor-publico

A imagem acima é bastante reveladora do ambiente onde se trabalha. Logomarca do municipio, logomarca do SUS, tabela e ou orgonograma no cartaz. Eu vi a imagem. Outras pessoas também veem a imagem. É um risco desnecessário. Pode não receber uma demissão por justa causa, porém, pode receber advertência, suspensão, ou qualquer tipo de punição.

Cuide bem do seu emprego! Não divulgue imagens de seu ambiente de trabalho, afinal, isto prova ao menos que no horário de trabalho, não estava trabalhando!

Eu e o Linux de novo!

Eu não odeio o Linux, eu apenas não o uso. Não o recomendo como solução final para usuários domésticos e também para as empresas. E tenho lá minhas razões para tal comportamento.

O mercado de trabalho é ainda mais de 90% pró Windows, e, cada versão nova, cada nova brecha de segurança, cada worm que surge, cada vez que uma noticia de que a Microsoft está nos bancos dos réus, alimenta a sanha, alimenta as esperanças dos entusiastas do Linux, e ressurge a velha onda: É agora! É a vez! Agora sim!

O Censo 2010 chegou ao fim. E o governo Lula, que tanto insistiu para instituir o Software Livre, que fez campanha, alimentou esperanças, injetou grana em projetos, quando poderia ter desenvolvido um software totalmente WebService para coleta de dados, optou por notebooks Positivo equipados com Windows 7 e vários software livre instalados tais como: 7zip, thunderbird, BrOffice 3, entre outros. Não deu exemplo, nem seguiu a filosofia. Pelo contrário, o contrato com a Positivo dever ter sido mesmo para tirar a mesma do buraco, mesmo assim, muitos sambaram na ciranda.

Eu tenho lá meus contatos com Linux. Tenho-o instalado em uma máquina. Tenho a versão atual do Ubuntu neste micro que agora uso, mesmo que virtualizado, mas tenho. No entanto, não é lá muito fácil, como diz Gabriel, se auto-alfabetizar no sistema. E veja porque.

Uma amiga e concurseira para ter maior uso em algum computador em casa, optou por instalar o Linux, pois assim, limitaria o uso do mesmo para Internet, software de escritório, estudos… uma vez que poucos são os jogos disponibilizado na plataforma que chama a atenção da gurizada da casa. Estava dando certo até ontem, quando, ao clicar em qualquer das opções do Menu Locais abria-se uma tela do BrOffice e em seguida desaparecia, e nada acontecia.

menu-locais

Fui lá. Procurei uma solução. Eu sei o que aconteceu. Ela, no mexe-mexe de sua alfabetização, associou tais pastas ao BrOffice. Mas, não encontrei nos fóruns, nas comunidades do Linux uma solução para o caso, ou seja, dissociar as pastas do BrOffice, nem tão pouco restaurar a configuração para uma data anterior, muito menos editar as configurações do Menu em questão.

O que procurei na web? Procurei por:

1) – Restauração de sistema no Linux.

Há várias pessoas procurando meios de fazer tal restauração, mas, algumas resposta diz apenas que Restauração de Sistema é coisa do Windows. No Linux não tem isto  não! É melhor trabalhar com clonagem do sistema. Nós temos o Linux na nossa mão, o Linux é melhor que Windows, mas, não tem como desfazer uma configuração que deu errado. Ah tá!

2) – Restauração do Gnome.

Procurei então por Restauração do Gnome. Algo simples. Se não posso restaurar o sistema, talvez eu possa excluir um arquivo na pasta Home em que eu tenha permissão. Encontrei muitas dicas. Nenhuma delas resolveu o caso. Renomear a pasta Panel, renomear arquivo, alterar a área de notificação, comando rm “~.gnome”, .gconfig, etc. e tal. Nenhuma solução.

3) – Improviso e solução.

Eu, não encontrando solução para algo simples, partir para uma solução improvisada. Afinal, o problema é que as pastas estão associadas ao BrOffice, e se ele não estiver instalado no sistema? Foi o que fiz, removi o BrOffice, e reinstalei a nova versão para Linux do BrOffice Libre.

O Linux não é líder de mercado, mas, nem por isto, não se ganha alguma grana com ele, as vezes, se demora mais para ganhar uns trocados, mas é possível sim! Eu tenho alguma leitura do Linux – eu gostei da expressão usada pelo Rafael Cambui – ou seja, não sou totalmente analfabeto em Linux, sei soletrar, ler, e entender o que estou lendo, logo, sou alfabetizado.

Atualização:

Troquei o nome Gabriel por Rafael Cambui, afinal, não se pode errar o nome das pessoas

Usando comandos para resolver problemas no Windows.

Algumas vezes no meu trabalho tenho que resolver problemas sem causar outros problemas. Alguns problemas resolvo por meio de “comados secretos do Windows”. Na verdade, não são secretos, são comandos que a maioria dos usuários não utilizam e nem sabem que existem.

Algumas vezes não se consegue acessar o Desktop do Windows. O computador não apresenta a barra de tarefas, nem o botão iniciar, nem outros meios de se permitir manuseia-lo através do mouse. Mas, se você, usar as teclas: CTRL+ALT+DEL (Windows XP, Vista e Sete) você terá acesso ao Gerenciador de Tarefas. Se você conseguir acessar o Gerenciador de Tarefas você poderá executar estes comandos através do Arquivo / Nova Tarefa e ou através do comando executar do botão iniciar, se você consegue acessá-lo.

geranciador-tarefas-novas-tarefas

lusrmgr.msc – Usuários e grupos locais do Windows. Quando existem problemas com perfis de usuários, quando um determinado usuário apresenta problema de contaminação, acesso, travamento. Uso este comando para acessar as contas de usuários. Serve também para mudar senhas de usuários.

secpol.msc – Configurações locais de segurança. – Eu já expliquei mais detalhadamente este comando neste texto aqui: Impedindo a execução de programas no Windows 7…

Services.msc – Exibe os serviços que estão sendo executados no sistema. Por aqui você pode parar, reiniciar processos do sistema operacional.

Taskmgr.exe – Executar o gerenciador de Tarefas.
Explorer.exe – Executar o Windows Explorer.
Gpedit.msc – Executa o editor de diretivas de Grupo local.

Control – O comando control é de fato usado em união com outros comandos tais como:

– control userpasswords2 – para você controlar o acesso e as contas, senhas e logins do Windows.

– control nusrmgr.cpl – Para você acessar também as contas de usuários, controla-las, mudar senha, etc. Equivale no Windows 7 a: Painel de Controle\Todos os Itens do Painel de Controle\Contas de Usuário.

– control sysdm.cpl – usar para acessar as propriedades de sistema.

Dica geral do comando Control: todos os arquivos que terminal com .cpl na pasta do Windows pode ser executado logo após o comando control. Veja a lista abaixo dos arquivos .cpl:

appwiz.cpl bthprops.cpl collab.cpl desk.cpl
Firewall.cpl hdwwiz.cpl inetcpl.cpl infocardcpl.cpl
intl.cpl irprops.cpl joy.cpl main.cpl
mmsys.cpl ncpa.cpl powercfg.cpl sysdm.cpl
TabletPC.cpl telephon.cpl timedate.cpl wscui.cpl

Eu não uso a maioria destes comando, mas, sei que funciona tal qual os que uso e já mencionei acima. Para usá-los, basta digitar control + palavra da lista acima, ou simplesmente o comando completo no executar por exemplo: powercfg.cpl

Para consertar problemas do Internet Explorer, eu uso alguns recursos. Há várias dicas no blog. E na semana passada conheci este programa: Complete Internet Repair 0.9.3.935.

complete-internet-repair

Por que gostei do programa? Simples. Ele me economiza vários comandos. Grave-o em seu CD/DVD de ferramentas. É uma mão na roda para consertar erros e problemas na navegação e no uso do Internet Explorer, e recursos de rede tais como winsock, protocolos TCP /IP, problemas do DNS, HTTPS, criptografia e firewall… faça o download e use a vontade. É grátis!

O Google pede: dê um Chrome de Presente

A turma do Google quer mesmo popularizar o navegador Chrome. Aproveitando a onda do espirito natalino de enviar e receber presentes, eis que a turma do Google criou a maneira de enviar para seus amigos algumas personalizações do NAVEGADOR No site: Chrome de Presente.

Uma pena ainda não ter do Flamengo, pois, certamente enviaria pelo para os seguintes flamenguistas: Beth Santana, Iara Alencar e Daniel – Murdock. Mas, tem outras personalizações que você pode gostar no site. É fácil ter e instalar.

chrome-de-presente

Visite o site: Chrome de Presente e envie pra você mesmo.

O que tem o Windows que falta ao Linux

No curso de Informática da CURSOTEC IRECE, algumas pessoas me perguntam porque o Linux não é adotado e mais bem aceito e distribuido. Na minha opinião, uma das grandes dificuldades do Linux em se popularizar é o capitalismo.

De forma geral e ampla, o capitalismo não favorece ao Linux. Isto porque as grandes empresas, os grandes fabricantes, os maiores desenvolvedores, os pesquisadores, as instituições de forma geral estão também ligados por contratos.

Veja esta imagem:

coisas-que-linux-nao-tem

Imagem deste site:  ToshibaWindows®. Uma vida sem Limites. A Toshiba recomenda o Windows 7.

Por existirem contrato entre estes grandes distribuidores, estes grandes fabricantes, é que o Windows continua dominando o mercado de sistema operacional, além é claro, da qualidade e popularidade dos produtos Microsoft.