Censo 2010: Eu contra!

Desde que fiz o texto anterior. Desde que fui a cidade de João Dourado. Desde que informei um dos participantes da Comissão Municipal de Geografia e Estatísticas de João Dourado do que havia ocorrido, do que ainda está ocorrendo, o clima no ambiente de trabalho é outro.

Vejo a desconfiança e os olhares cabreiros sobre mim, como se eu fosse um criminoso. Olham para mim como se olha para uma pessoa desonesta e trapaceira. Passei a ser uma pessoa sem confiança tão somente por exigir que se cumpra e se faça o que deve ser feito.

Tenho ouvido frases e comentários os mais diversos. Algumas frases eu as ignoro. Nós brasileiros reclamamos da corrupção. Reclamamos do sistema de saúde. Da situação da segurança. Da falta de infraestrutura. No entanto, uma grande parte não quer, e nada faz para, e quando, é necessário agir e reagir.

Eu não estou defendendo a transferência de Conquista para João Dourado. E não é de minha responsabilidade, e também não é parte de minha tarefa. Quem deve fazer isto, são aqueles responsáveis eleitos ou nomeados para tal lá na cidade de João Dourado.

A minha inquietude é com o fato de as informações coletadas no período do Censo estarem sendo manipuladas. É de minha responsabilidade a integridade destas informações. Recebi a instrução por telefone, e por e-mail, a pessoa confirma a ordem. Eis parte das palavras:

Desde quando a coordenadora técnica me avisou que a saída para esse problema seria passar os dados manualmente, eu imediatamente liguei (nomes suprimidos) … explicando o procedimento a ser seguido, que os dados do setor deveriam ser incluídos no setor rural em que o a área do distrito de Conquista está localizada no mapa de João Dourado (não olhei o código do setor no momento, mas era só olhar no mapa), que mesmo sendo um setor rural os dados deveriam ser incluídos com números de quadra e face (não sendo necessário retirar coordenadas), e ainda sobre os questionários que eram para deixar pendentes (casos em que era básico e ficou amostra).

– A coordenadora técnica.

Não sei quem é a coordenadora técnica citada. Mas, sei que esta saída complica mais do que resolve.  O problema em questão, é a transferência do que foi recenseado no município de Irecê, sendo parte do município de João Dourado. Entretanto, esta transferência não resolve a questão. Ela cria outras questões. Vamos adiante.

Me lembro e confirmo as instruções recebidas. E reafirmo o que disse: Esta transferência deve ser realizada de forma eletrônica para preservar a integridade dos dados.  Mesmo assim avisei os Agentes Municipais para cumprirem a tarefa. Enquanto isto, eu buscava informações e orientações para que a transferência eletrônica fosse realizada, pois, a saída para a transferência de dados e de município não deve ser feita desta maneira. E recebi confirmação de que o caminho a ser seguido era outro, e não o proposto pela coordenadora técnica. Mas, alguém intrometeu no assunto, e a ordem da transferência manual se impôs.

– Esse problema.

O problema citado, é uma querela entre João Dourado e Irecê, que finalmente, faz algum tempo, João Dourado provou estar com a razão. Porém, no sistema do Censo 2010, Irecê continuou com o município.

A saída para o problema, não é transferir partes do que foi coletado pelos recenseadores. Isto cria novos problemas.  Transferir do jeito que está acontecendo, transfere o que mesmo para João Dourado? O número de 580 habitantes. E quem são eles? Como vivem? Que religião predomina entre eles? Quanto ganham? São pardos, amarelos, pretos. Mais homens. Mais mulheres? Qual é a faixa etária? Qual a renda percapita? Qual a principal atividade economica? Afinal, não é assim a chamada da propaganda: Saber quantos somos, como vivemos, etc e tal? Saberemos isto de Conquista?

Do jeito que a transferência foi realizada… Não! As informações inseridas estão incompletas.

– Retirar as coordenadas.

Ou seja, estão Ignorando coordenadas de latitude, longitude, e outros dados importantes. Se não é necessário agora, porque o IBGE exige e tem a função nos computadores de mão dos recenseadores? Esta ordem por si, já fere o trabalho do IBGE, que além de pagar engenheiros, paga licença de software de geo localização. Para que, para ser assim descartada? Ignorada?  Se não era necessário retirar coordenadas, porque a despesa de inserir em todos os equipamentos? E o treinamento que os recenseadores receberam para saberem usar e localizar?

– incluídos no setor rural em que o a área do distrito de Conquista está localizada.

Ao longo do censo, tivemos que refazer algumas atividades. Um das atividades surgiu pelo fato de haver acontecido em alguns setores, algumas localidades a alteração de espécie. Isto porque o IBGE tem zelo pelas informações recebidas, e querem ter a certeza dos dados para representar o mais fiel e da forma mais fidedigna possível a situação e as realidades nacionais.

Não fizeram a inserção das informações correta no tempo necessário. Não realizaram a inclusão das geo referências e também não fizeram as mudanças no sistema. Não fizeram as devidas mudanças exigidas no período anterior ao censo, e agora vem com improviso como solução!

Só esta mudança: Setor Urbano para Setor Rural  é capaz de não revelar a realidade da localidade em questão. É verdade que o prefeito, vereadores e os moradores daqui sabem e conhecem a realidade de Conquista. Mas, como é que se poderá por exemplo, solicitar algum recurso para Conquista, uma vez que o governo vai acreditar na informação de que se trata de um lugar rural. Isto e outra anomalias podem surgir da informação errada introduzida no Censo.

– sobre os questionários que eram para deixar pendentes

Esta parte da ordem é crucial. O que são questionários pendentes? São os questionários que o recenseador não obtendo a resposta deixa-o com pendência, e penso, deve ser incluído nalguma margem de erro ou ignorada, e talvez, não analisada nalgum momento.

Pois bem, vou comparar esta ordem, com o seguinte texto no site do Censo 2010.

Responda ao Censo 2010

Para realizar o Censo 2010, o IBGE precisa do apoio e da participação de todos. É imprescindível que a população entenda a importância de se receber o recenseador e responder ao questionário da pesquisa.

Fazer o Censo 2010 é uma responsabilidade do IBGE e também da sociedade que ao colaborar com o recenseamento cumpre seu papel de cidadã.

É importante lembrar que é através das informações do IBGE, produzidas a partir das respostas da população ao Censo, que os governos, empresas e acadêmicos irão planejar seus estudos e ações para projetar o futuro.

[…]

A obtenção de dados fidedignos e confiáveis constitui a base indispensável de um recenseamento bem feito e, consequentemente, de um País melhor, cada vez mais adequado aos seus habitantes.

Link: Responda ao Censo

Necessito argumentar algo mais? Eu só me aquietarei nesta questão quando todos os questionários forem transferidos de forma eletrônica, respeitando o CENSO, o recenseador, o supervisor, o ACM e todos os cidadãos de Conquista.

A ordem que recebemos interfere diretamente nas informações do Censo 2010

Eu não sou a pessoa mais moral e mais ética do mundo. No entanto, sempre que me é exigido entre fazer alguma tarefa, algum serviço, procuro sempre fazer o que é necessário ser feito, de forma correta, eficiente, eficaz e sobre tudo, com a maior cooperação possível e com a menor resistência, com a menor taxa de erro, com a menor probabilidade de prejuízo.

Esta semana a credibilidade que eu tinha no gigantesco Censo 2010, comandada, liderado, executado pelo IBGE, tem sido abalada fortemente. E registro a vocês os motivos, pelos quais esta credibilidade do Censo foi abalada, e ao saber das informações vocês também sentirão o abalo nas informações.

O Edital e as responsabilidades da função.

No manual do candidato do concurso de ACI (Agente Censitário de Informática) em 2009, é esta minha função, há uma lista de atividades que a função exigia. Eu até critiquei o valor do salário em relação as atividades exigidas neste texto aqui: Veja o salário do “cara da informática”.  Eis abaixo minhas atribuições na função de ACI:

1) – Subsidiar o coordenador da subárea ou seu superior imediato, prestando suporte na instalação e manutenção da infra-estrutura necessária ao funcionamento dos recursos de informática, de forma a assegurar o adequado desenvolvimento das atividades censitárias na sua área de atuação;

2) – Ministrar treinamentos voltados para os sistemas e serviços de informática inerentes às atividades censitárias;

3) – Desenvolver outras atividades determinadas por seus superiores hierárquicos;

4) – Transcrever e transmitir dados em microcomputador e computador de mão;

5) – Ter pleno conhecimento de todas as instruções, conceitos e procedimentos contidos nos manuais técnicos e operacionais;

6) – Responsabilizar-se pela guarda, distribuição e controle dos equipamentos eletrônicos (computadores de mão, baterias, carregadores, memórias, etc.) de uso próprio e de sua equipe, assumindo e repassando a responsabilidade pela segurança e uso adequado dos equipamentos; e

7) – Executar outras tarefas correlatas que lhe forem atribuídas por seus superiores hierárquicos.

O recenseamento.

O Censo 2010 está em fase final de atividades. E ao longo do período milhares de contratados pelo IBGE para tal tarefa foi treinado e enviado a campo para obter as informações exigidas.  No edital veio também a descrição das partes envolvidas. E o recenseador e sua atividade é assim descrita.

Quem é o Recenseador?

O Recenseador é a pessoa selecionada e especialmente treinada pelo IBGE para preencher os questionários do Censo Demográfico 2010.

O trabalho do Recenseador consiste em obter as informações para o Censo Demográfico, junto aos moradores dos domicílios, na área para a qual for designado.

Da atuação do Recenseador e do recenseado depende o sucesso do Censo Demográfico 2010, pois a qualidade das informações obtidas está ligada à realização de uma entrevista completa e fidedigna.

O Recenseador estará vinculado a um supervisor que lhe dará as informações necessárias para a execução de suas tarefas, além de lhe fornecer os instrumentos de trabalho e de lhe prestar orientação técnica e assistência permanentes durante o período de realização da coleta de dados.

É a ele que o Recenseador deve se reportar sempre que encontrar alguma dificuldade.

O Supervisor está ligado e trabalha junto com o o Agente Censitário Municipal, que estão diretamente ligados a mim. Os problemas nos programas, nos equipamentos de informática, o controle de arquivos, relatórios enfim, o cuidado com as informações colhidas, primeiro chega a mim em busca de solução. Faltando a mim recursos, ligo para a área de Informática em Salvador, solicito instrução por e-mail ou por VoIP.

O problema e o confronto.

Aqui na região temos várias pequenas cidades. O malhamento dos municípios mais recente fez vários ajustes para resolver algumas discrepâncias. Aqui entre Irecê e João Dourado havia uma destas discrepâncias em relação a Conquista de João Dourado, que pelo nome se entende que é mais próxima de lá do que de cá.

Mas, mesmo assim, Conquista de João Dourado veio no sistema para ser recenseado pelo Agente Censitário Municipal (ACM) , supervisores e recenseadores lotados e contratados pelo posto de Irecê. E isto foi feito no período determinado. O recenseador foi lá e entrevistou. O supervisor foi lá e supervisionou. O ACM recebeu os dados e os transmitiu para o sistema do Censo 2010. Tudo feito, concluído e finalizado de acordo com o treinamento e as normas legais.

Na quinta-feira passada, 18/11/2010, recebemos de nosso superior hierárquico imediato a tarefa de transferir e transcrever, as informações colhidas aqui em Irecê para João Dourado. E nós, seguindo o item 3, que diz: "Desenvolver outras atividades determinadas por seus superiores hierárquicos;” – Procuramos realizar a tarefa, mas haviam várias questões, que nos impediram de cumprir a ordem IMEDIATAMENTE. Mas, assim que possível e devidamente instruídos, mas com muitas dúvidas, corremos contra o tempo para a execução da tarefa.

Obedecer a esta ordem, transferir MANUALMENTE as informações provoca algumas irregularidades. Eis as principais:

  • Deturpa a informação colhida pelo recenseador lá em Conquista;
  • Destrói as entrevistas concedidas pelos recenseados;
  • Substitui as informações completas por resumos, e vice-versa;
  • Mascara as informações do Censo 2010;
  • Provoca uma anômala migração de um setor Urbano para um Rural;

Solução fácil versus solução correta

Por eu ter procurado junto a equipe de Informática solução em Salvador,  a transferência eletrônica dos dados, das entrevistas, ou seja, o meio correto de preservar o trabalho realizado pelo recenseador, e preservar as informações prestadas pelos recenseados de Conquista de João Dourado, recebi na cara a afirmação e a culpa de não termos transferido a totalidade do NÚMERO APENAS de entrevistados.

Um superior hierárquico disse-me: se não tivesse ido procurar meio fácil de fazer o que mandei, teria dado tempo. – Mais ou menos isto, sem o drama da descrição!

Um outro declarou: “ deixamos escapar por falhas bobas. Isso vem manchar um trabalho excelente que executamos na Subárea e na Área.”

O que ele classifica de falhas bobas, eu classifico como crime de informação. Fere a INTEGRIDADE da informação, a CONFIABILIDADE da informação. E a informação DISPONIBILIZADA para o Censo 2010 não é a mesma coletada pelo recenseador, pelo supervisor e pelo ACM. E isto, depois do trabalho concluído. Isto é manipulação da informação. E para qual finalidade? Eles tem a explicação, que não justifica -  é claro! mas, eles bem que tentam explicar e justificar.

A ordem que recebemos interfere diretamente nas informações do Censo 2010. Estão excluindo as entrevistas da população de Conquista de João Dourado e substituindo por informações incompletas. Quem respondeu o questionário completo, em muitos casos, estão trocando por informações resumidas. E quem respondeu o questionário resumido, temos que substituir, conforme o caso, por um questionário completo, mas por faltar informações, o questionário fica com pendências.

Até o momento, não encontrei uma autoridade a disposição para intervir nesta ação, e meios de fazer interromper esta manipulação das informações do município de Irecê e de João Dourado.  Mas, minha busca por ação competente continuará amanhã 29/11/2010.

Um caso isolado e único?

É um caso isolado e único? Na área de Irecê, sim! É um caso isolado e único. Mas, não é isolado e único na Bahia. Segundo falou-me meu superior hierárquico – todas as outras regiões e áreas estão resolvendo assim – E somente nós não conseguimos terminar a transferência manual, incompleta, manipulada e desastrosa das informações verdadeiras, corretas e colhidas em Conquista de João Dourado pelos recenseadores.

Houve em São Gabriel um caso que tentaram fazer algo parecido. Mas, a ACM de lá me disse:

Adão! Isto vai contra tudo que nos ensinaram a fazer no treinamento. Eu não quero fazer isto não!

Enviei as informações para Salvador. Eles analisaram, enviaram para a equipe do Rio de Janeiro ou sei lá pra onde, e elas voltaram integras, confiáveis e estão disponibilizadas corretamente.

Eu necessito de apoio e ajuda de autoridades, prefeitos, vereadores, advogados, a população de Conquista de João Dourado, que também está sendo prejudicada a enfrentar esta ação e atividade desastrosa.

Estou disponível para explicação e mostrar o que está acontecendo em Conquista de João Dourado e em Irecê. Daí, é só irem investigando e conhecerem o tamanho do estrago. Ainda que seja caso isolado mancha o Censo 2010 e a imagem de seriedade, competência e lisura do IBGE.

Através dos comentários é possível conhecer pessoas

Os motivos pelos quais alguém dedica tempo, talento e outros recursos na manutenção diária, semanal, mensal de um blog é muito particular. Podem pesquisar, entrevistar centenas, milhares de blogueiros anônimos e famosos que as motivações serão as mais variadas possíveis.

Bem! Eu escrevo e mantenho um blog porque gosto de fazer. Gosto de opinar. Gosto de ler e gosto também de escrever. E quando alguém comenta um texto, deixa um recado, manda um e-mail … isto é um regozijo. Me sinto honrado, alegre, satisfeito e contente com a demonstração de apoio carinho e sentimentos de prazer em ter ajudado alguém com uma dica. Ter dado a alguém uma ideia, é então, um manjar servido em bandeja de ouro!

Através dos comentários é possível conhecer pessoas, fazer amizade, e até receber confidências. Mas, manter um blog não é só alegria e prazer. Existe também os momentos de tristeza e chateação. Existem milhares de ferramentas para melhorar a aparência de um blog bem como, existem milhares de ferramentas que permitem a interação com os leitores. Nos lados do blog tem algumas. Em especial tem uma que relaciona os últimos comentários. Veja que curioso:

comentarios-mesmo-IP-2

Os dois últimos comentários que recebi, são os dois no topo da lista. Ao clicar sobre os mesmos encontro as seguintes palavras:

Joana disse: 22/11/2010 às 18:09

nao da pra compara mesmo! esse site e uma verdadeira PORCARIA!!!!!!! Por favor não tem algum conteudo melhor para divulgar neste site??????? Eu prefiro assistir a NOVELA DAS 7 A TER QUE LER ESSA PORRA!

Eu sempre desconfio da inteligência e conhecimento de pessoas que utiliza várias exclamações também várias interrogações numa afirmativa ou em uma afirmativa. O que é que se deseja com a repetição destes recursos lingüísticos? Enfatizar? Ué, mas, um só sinal, já não tem a função de identificar o sentido das palavras se é afirmativa e ou interrogativa? Ou seja, é desnecessário a repetição. Mas, tem pessoas que acha que é super legal!!!!!!!!!!!!

Quatro minutos depois da Joana deixar o comentário acima, me chega outro assim, de um tal de Frederico.

Frederico disse: 22/11/2010 às 18:13

O que que é isso MEU DEUS!!!! Isso é um desacato aos olhos humanos. EU CONCORDO MUITO COM A JOANA e BethSantana VOCE NÃO TEM NADA DE MELHOR PARA LE POR ISSO ACHÔ ESSE SITE BOM

Eu já respondi aos dois na área dos comentários. No entanto vejam vocês a maior curiosidade deste dois comentários citados acima. É só olhar a imagem abaixo para entender.

comentarios-mesmo-IP

Pode ser também duas pessoas querendo zoar, mas, insisto em dizer: Trata-se do mesmo energúmeno. Isto não me deixa triste, nem faz com que eu pense em desistir. Pelo contrário. Por existirem pessoas assim, é que existem pessoas como eu e milhares de outros, que não se deixa intimidar pela ignorância, estupidez, insensatez e obtusidade.

Existem pessoas que ainda agem como se o produto do cérebro é aquilo que é expelido pelo reto, e que nalguns lugares e por alguns especialista é chamado de bolo fecal!

Nem tão rápidos, mas funcionando!

Nesta semana eu escrevi o texto: Navegadores: Os outros modernos e menos rápido, com o objetivo de criticar exatamente os erros constantes, insistentes, incômodos, irritantes e tantos outros adjetivos. Pois bem, hoje, exatamente hoje, quem acessa o Café Mania, nem se percebe, mas tem uma faixa pequena que afirma:

O Orkut está tendo alguns problemas com o Chrome, mas você pode jogar no Firefox ou Internet Explorer!

Diz que reconhecer o erro já é resolver metade dos problemas. Então já é um grande começo. Espera-se que os envolvidos logo achem o que está dando errado. E, que também aprendam a lição dos outros não tão modernos, nem tão rápidos, mas que funcionam.

A paulada na humildade é exatamente o fato de estarem recomendando o uso do Firefox e do Internet Explorer, que nas entrelinhas da propaganda afirma que o Orkut e seus aplicativos funciona melhor no Chrome ou em outros navegadores mais modernos.

ENEM: exatamente 60,55%

Ontem tive a curiosidade de conferir o gabarito do ENEM com meus cadernos de questões e a contagem aponta para a seguinte informação:

Caderno Branco no sábado: Das 90 questões acertei 54. Eu tinha certeza de 51 questões corretas. A conferência do gabarito aumento em três questões duvidosas.

Caderno Azul no domingo: Das 90 questões acertei 55. Eu tinha poucas certezas neste caderno, no entanto, o gabarito veio para demonstrar que meus acertos e meus erros.

O total de 109 questões certas me dá a certeza de que acertei exatamente 60% das questões mais 1 de sobra que representa 0,55%.

Nota versus tempo de estudos.

Eu estudo pouco para provas e concursos. Sou relaxado e ou penso ser auto-suficiente a ponto de não necessitar de mais estudos. Kátia é quem me incentiva e mais acredita em mim. O fato é que sou preguiçoso para tais estudos. Passo mais tempo lendo blogs, relatórios, jogos online, escrevendo textos, comentando textos, assistindo séries, jogos, tuitando do que estudando.

Para esta prova do ENEM 2010 eu estudei o seguinte tempo na semana da prova:

  • Assistir 11 vídeos cada um de 18 minutos sobre biologia = 3:30 min
  • Assistir 11 vídeos cada um de 18 minutos sobre química = 3:30 min
  • Assistir 11 vídeos cada um de 18 minutos sobre literatura =  3:30 min
  • Assistir 11 vídeos cada um de 18 minutos sobre matemática = 3:30 min

O total de horas estudadas na semana da prova foi de 14 horas. Eu considero 60% satisfatório para a quantidade de tempo de estudos. Reconheço que não sou lá muito entusiasta com os estudos para concursos e provas. Falta-me empenho e dedicação. Mas, pretendo tomar uma posição em relação a isto. Vou procurar um ou dois conhecidos que queira estudar para concurso e afins.

Mesmo assim, não considerei a prova fácil. Não é mesmo. Nem é que a considero difícil em conteúdo. A prova é extenuante. Fiz uma analise das questões que acertei e das que errei.

Aonde foi que eu errei!

A maior quantidade de erro está na parte final da prova. Ou seja, errei mais as questões depois da sexagésima. Errei uma questão de número fácil, fácil. Era só escrever 4,71 bilhões em números ou seja, era só lembrar de dezena, centena, milhar, bilhar, trilhar etc e etc. Fui no olhômetro e marquei errado sem contar os zeros.

Já tá na hora de estudar mais e obter notas maiores em concursos e assemelhados. Agora espero a avaliação da redação, e quanto será adicionado nestes 60,55% desta nota. Segundo um amigo me disse: se você quiser continuar, você vai ter que ir embora para estudar fora. As vagas nem sempre estão próximas. Eu no entanto, não sou lá tão otimista não.

Se eu fosse reclamar

Se eu tivesse que reclamar do ENEM reclamaria em três questões:

1) – A questão tinha um gráfico e eu não conseguir ver a diferença da imagem. Ou seja, fui prejudicado por baixa iluminação na sala, e por uma impressão pequena demais.

2) – A segunda também. Mas, eu não consegui ler, mas, conseguir ver a figura. Assim foi possível responder corretamente;

3) – Uma questão que me parece ter duas respostas corretas, mas o gabarito aponta que eu errei.

Com estes 60% não estarei entre aqueles que serão chamados. Mas, garanto a você que a experiência foi legal. Já conta! Eu fiz ENEM. Estudando 13 horas na semana, eu consegui 60%. Quantas horas a mais de estudo me fará aumentar em 10% esta nota?

Bem isto é relativo!

Navegadores: os outros não modernos e menos rápido

Estava olhando Pedro jogar no Orkut o aplicativo Café Mania. E, quando foi abrir o site do Orkut, li a seguintes tela e fiquei curioso. Abri novamente e copiei a tela.

2010-11-14 01 31 30

Nada sutil a informação. Taí. as perguntas acima. Quem quiser responder responda, mas  tá na cara que o objetivo é dizer: O Google Chrome é mais rápido e mais moderno.

Bem, na prática a coisa é outra. Tenho visto o Google Chrome dá mais erro no Café Mania do que os outros não modernos e menos rápido. Desde anteontem que a tela abaixo é uma das que mais se vê no PC quando estamos usando o Google Chrome.

google-chrome-erro

Porém, nos outros navegadores menos rápidos e menos modernos não tem ocorrido. Eis a questão: É Google Chrome que tá dando erro no Flash Player ou é o Flash Player que tá dando erro no Google Chrome?